Lista – 5 Músicas Perturbadoras de Vocaloid

ATENÇÃO: o texto a seguir pode conter imagens e temas não adequados para todos os públicos. Siga em frente por sua conta e risco.

Nem toda arte é feita para agradar. Algumas obras podem se relevar legitimante perturbadoras, seja em seu imagético, seja nos temas que aborda. Seja pelo fator choque, seja para cutucar uma ferida que muitos talvez preferissem apenas esconder, fato é que algumas obras só podem ser descritas como absolutamente desconfortáveis. E foi exatamente esse tipo de música que eu resolvi reunir aqui neste texto! Tudo bem que não comemoramos o Halloween aqui no Brasil, mas com esse texto indo ao ar apenas um dia antes do feriado americano, pensei que seria um ótimo momento para falar de algumas músicas que eu não exatamente colocaria nas listas padrões de vocaloids daqui do blog.

Eu quero enfatizar aqui que o critério para escolha das músicas dessa lista não foi “dar medo” ou “dar susto”. Eu busquei músicas que deixam o espectador desconfortável, apreensível, talvez mesmo enojado. Músicas de horror, ao invés de músicas de terror, se entendem. Justamente por conta disso, eu peço discernimento da parte do leitor: se você não lida bem com esse tipo de conteúdo, não tente bancar o corajoso e acabar estragando o que poderia ser uma noite bem mais agradável. Dito isso, se você de fato decidir seguir em frente com a leitura, muitas das músicas mencionadas tiveram seu upload feito no YouTube, então não deixe de seguir os links que mais lhe interessar a fim de dar algumas views aos autores das músicas. E com isso, vamos à lista /o/

Continuar lendo

Anúncios

Lista – 3 Pares de Músicas de Vocaloid (Cujas Musicas Foram Feitas por Autores Diferentes)

kokoro0

Isso talvez soe como óbvio para alguns, mas ainda vale dizer: a comunidade que se formou em torno dos vocaloids é incrivelmente participativa e criativa. Isso é algo que eu inclusive tentei explicitar no meu artigo sobre a história dos vocaloids (que você também deveria conferir caso ainda não saiba o que eles são [rs]), mas é evidente para qualquer um que passe algum tempo olhando o meio. Fanarts, paródias, covers, são formas de interação entre os fãs que permeiam toda a comunidade. Mas eu decidi dedicar essa pequena lista para um tipo bastante específico de interação: as músicas-resposta. Músicas feitar por um criador – um producer – que visam complementar ou responder uma outra música, de um outro producer.

Enquanto não é raro que um mesmo criador faça várias músicas contando uma mesma história, normalmente outros criadores se limitam a paródias ou covers, o que torna as músicas do tipo apresentado aqui relativamente mais raras (e dai explica o fato de eu só conseguir citar 3 pares… Devem haver mais, mas eu pessoalmente ainda não encontrei mais nenhum). E como uma espécie de interação da comunidade que cerca essas vozes artificiais, elas são capazes de produzir resultados bastante surpreendentes – e também bastante divertidos. Então ponha os fones de ouvido, siga com a leitura, e boas músicas. Ah, e por último: os trechos das músicas aqui citados são, em sua maioria, traduções de suas versões em inglês tal como aparecem na Vocaloid Lyrics Wiki.

Continuar lendo

História – VOCALOID: Surgimento e Popularização de um Fenômeno Mundial

A história dos vocaloids.
A história dos vocaloids.

Hatsune Miku. Se esse nome lhe soa familiar, saiba que ele bem que deveria. No primeiro semestre de 2016, mais especificamente entre abril e junho, a cantora fez um tour por dez cidades dos Estados Unidos, o que atraiu alguma atenção da mídia. O site Houston Press publicou um artigo de autoria de Cory Garcia sobre um dos concertos, e mesmo aqui no Brasil o site Expresso fez um artigo sobre a cantora, se aproveitando do – à época – iminente início do tour. Mas claro, essa não é nem de longe a primeira vez que Miku chama a atenção. Em 2011, ela foi garota propaganda de uma série de comerciais da Toyota dos Estados Unidos, ao passo que no ano seguinte, 2012, ela serviu para promover o navegador Google Chrome, no Japão. Isso sem mencionar 2014, quando ela abriu alguns dos shows da turnê da Lady Gaga, iniciados em maio daquele ano. Ela inclusive já integrou um dos rankings da revista Time: o de personagens fictícios mais influentes de 2014. Ela ficou em 8º lugar, à propósito.

Hatsune Miku (初音ミク), cujo nome significa algo como “O Primeiro Som do Futuro”, não é real. Ou, no mínimo, não é de carne e osso: antes, trata-se de um programa, um software. Mais especificamente, uma voz sintética, que qualquer um que compre o programa pode usar, normalmente para criar musicas. E acreditem: pessoas compram. Lançado em 31 de agosto de 2007, em apenas 12 dias Miku já havia se tornado o software número 1 em vendas na Amazon japonesa, e só em seu primeiro ano totalizaria mais de 40.000 cópias vendidas. De lá até aqui, a personagem certamente percorreu um longo caminho, com sua popularidade aumentando cada vez mais. Uma realidade que, inevitavelmente, nos faz perguntar: como, exatamente, chegamos até aqui? E mais importante: como pôde uma voz artificial despertar tamanho interesse nas pessoas? Bom, é para abordar estas questões que decidi pela elaboração deste artigo. Assim, vamos falar um pouco sobre um fenômeno que vem impactando – em maior ou menor grau – ao mundo inteiro. Esta é a história do projeto VOCALOID.

Continuar lendo

Lista – 10 Musicas de Vocaloid que Valem a Pena Ouvir (Parte 4)

shouter1

E temos aqui mais uma edição da série “10 Musicas de Vocaloid que Valem a Pena Ouvir”. Se por ventura essa é a primeira vez que você topa com uma lista desse tipo e não tem a menor ideia do que seja um “vocaloid”, eu sugiro dar uma rápida olhada no primeiro parágrafo da primeira lista dessa série, onde explico isso com um pouco mais de detalhes. Se, por outro lado, você já sabe o que eles são, desça então a página e venha conhecer algumas das melhores musicas já feitas com eles, ao menos na minha opinião [rs].

Mas antes, os avisos de sempre. Em primeiro lugar, isso é uma lista, e não um topA ordem das musicas aqui não quer dizer nada sobre a sua qualidade, e é praticamente aleatória (quando muito, agrupei musicas de um mesmo vocaloid ou de um mesmo producer – como são chamados aqueles que fazem as musicas – para ficarem perto umas das outras). A maior parte das citações aqui são traduções minhas da letra da musica como ela aparece, em inglês, na Vocaloid Lyrics Wiki. E, por ultimo, muitas das musicas estão disponíveis para se ouvir oficialmente no youtube. Em casos assim, ao longo do texto haverá um link para a mesma, então se se interessar por alguma não deixe de dar uma ouvida para ajudar aos responsáveis por fazê-la. E dados os avisos, vamos à lista.

Continuar lendo

Conheça Evillious Chronicles: uma Dark Fantasy que vai da Criação ao Apocalipse

A história que começa na floresta.
A história que começa na floresta.

Sete Recipientes de Pecado, espalhados no mundo pelos Gêmeos Malditos. Duas feiticeiras, que agora batalham pelos recipientes, atravessando as eras em busca de seus próprios objetivos. Um reino milenar, criado pelos quatro deuses, que deveria purificar a Malicia: o Terceiro Período. E agora, conforme o ano mil se aproxima, quatro finais possíveis despontam no horizonte do tempo: Morte, Julgamento, Punição e Utopia. Se estas linhas bastaram para pelo menos atiçar a sua curiosidade, siga com a leitura e venha conhecer um vasto mundo, habitado pelos mais variados personagens. Uma franquia multimídia, que começou com uma série de músicas: Evillious Chronicles.

Agora, já faz um bom tempo que eu queria dedicar um texto a esta série, mas nunca soube realmente que texto fazer. A série ainda não acabou, então fazer uma review dela estava fora de questão. Talvez fizesse uma lista, afinal, é como eu disse: ela começou como uma série de músicas. Mas eu duvido que uma lista do tipo “as minhas músicas favoritas de Evillious Chronicles” fosse ser útil para qualquer um. Pensei, então, em fazer uma lista com as músicas mais importantes para entender a história, mas escolher apenas 10 se mostrou uma tarefa hercúlea. Assim, chegamos a este texto: um que não se encaixa em nenhum quadro do blog, um artigo especial só para apresentar a você esta série. De uma chance e leia até o final: você pode se surpreender com o que vem pela frente.

Ah, e enquanto lê, que tal uma das músicas para ficar ao fundo: Canção de Ninar Mecânica 7 – Sete Crimes e Castigos

Continuar lendo

Lista – 10 Musicas Não Japonesas de Vocaloid

vocaloid0

Um dos aspectos mais interessantes da mídia Vocaloid é o fato de que qualquer um pode participar dela: basta comprar o programa. Não é de surpreender, portanto, que muitas pessoas fora do Japão já tenham adquirido um ou mais produtos da marca. Em fato, o mercado fora do Japão é até visado pelas produtoras dos softwares, e já foram lançados diversos vocaloids cujos voicebanks incluem sons para que eles possam cantar em inglês, espanhol, e mesmo coreano. Assim, nessa lista eu decidi dar uma pequena olhada justamente nesse meio, das produções de vocaloid em outras línguas que não o japonês.

Para isso, eu decidi “dividir” essa lista ao meio. As cinco primeiras entradas são covers, com três musicas em português e duas em espanhol. As cinco restantes, uma em espanhol e as demais em inglês, são efetivamente musicas originais dos seus respectivos producersFora isso, é como eu digo em todos os meus textos do tipo: isto é uma lista, não um top. Não pretendo elencar aqui os “10 melhores” nem nada do tipo: são somente 10 indicações de musicas que eu gosto e que acho que vocês podem vir a gostar também. Ah, e já aviso: todas as musicas estão disponíveis no youtube, e cada entrada possui um link para a musica da qual fala, então se alguma lhe interessar vá lá dar alguns views ao autor. E dados os avisos, vamos à lista.

Continuar lendo

Lista – 5 Musicas de Vocaloid Com as Quais Você Definitivamente Vai se Identificar

doudemoii0

Uma das caraterísticas que eu mais gosto na mídia vocaloid é a sua abertura. Tudo bem que ela ainda não é uma mídia tão aberta quanto, digamos, a escrita, onde literalmente basta saber escrever para já se poder começar a produzir algo. Mas como as únicas restrições para se criar uma musica de vocaloid é ter um programa (e inclusive temos programas muito similares aos vocaloids, mas gratuitos: os chamados “utaloids”) e, bom, algum conhecimento de musica (ou o telefone de quem entenda de musica [rs]) ele ainda é uma mídia bem mais aberta do que, digamos, a televisão ou o cinema. E o que torna esse relativo fácil acesso à mídia como produtor algo tão interessante é o tipo de produto que isso cria: é uma mídia quase que inteiramente voltada para o descompromisso, onde o autor é bastante livre para fazer o que achar melhor. E um dos resultados disso é que muitas musicas são claramente uma espécie de “desabafo” de seus autores, que brincam com situações cotidianas.

Para esta lista, eu peguei cinco musicas desse tipo. Mas não se preocupe: desta vez eu completamente evitei qualquer musica mais “deprimente”. O foco aqui está em musicas mais divertidas e descontraídas, mas que tocam em problemas e sentimentos mundanos, com os quais o leitor certamente poderá se identificar. Fora isso, não tem realmente nenhuma outra regra em especial. E como sempre falo isto é apenas uma lista, não um top: são apenas cinco musicas quaisquer que eu gosto e recomendo, que inclusive não estão dispostas em nenhuma ordem em particular. Já sobre as citações que o leitor encontrará ao longo do texto, estas são traduções ou paráfrases da letra tal como ela se encontra, em inglês, na Vocaloid Lyrics Wiki. E como último aviso, enquanto a maioria dos producers (aqueles que fazem as musicas) as colocam apenas no Nico Nico Douga, alguns tem seus canais no Youtube também, e nestes casos deixei um link para a musica no Youtube. E feitos todos os avisos, vamos à lista.

Continuar lendo