[Vídeo] Análise Comparativa – Kino no Tabi & Kino no Tabi (2017)

Mais novo vídeo do canal! Estreando, agora, um novo quadro: análises comparativas, onde a ideia é observar como dois ou mais animes lidam com um dado tema ou executam um dado princípio. E para começar, uma análise sobre como as duas adaptações da light novel Kino no Tabi lidaram com a sua estética – e porque a primeira soube usar desse recurso muito melhor do que a segunda. Venham conferir!

[Vídeo] Uma Breve Análise – Shoujo Shuumatsu Ryokou

Mais novo vídeo do canal /o/ Shoujo Shuumatsu Ryokou (ou Girl’s Last Tour, como ficou a tradução ocidental do anime) foi certamente uma das maiores pérolas de 2017, então acho que já era hora de dar um pouquinho mais de atenção a esse anime. E claro: se gostou do vídeo, não deixe de compartilhá-lo e se inscreva no canal para não perder futuros conteúdos.

Continuar lendo

Uma Breve Análise – Just Because: A Sutil Importância dos Círculos de Amizade.

Just Because

Você já teve a experiência de assistir um anime e achá-lo um tanto quanto… vazio? Não em conteúdo, temas ou ideias, mas em “vida” mesmo, como se as única pessoas que existissem naquele mundo fossem os personagens principais – e talvez meia dúzia de figurantes lá no fundo do quadro. Não tem nada de estranho em uma história ter um grupo central de personagens, boa sorte tentando escrever uma sem um, mas acho que existe uma linha que separa você ter um foco em um grupo de personagens de você ter esse grupo de personagens.

Just Because, de 2017, é um anime que me impressionou, dentre outras coisas, justamente por não cair nessa situação, mesmo com um roteiro que tende mesmo a favorecê-la. A história é sobre um grupo de cinco estudantes do ensino médio que estão agora nos seus últimos meses de colégio, com a faculdade e o mercado de trabalho já batendo às portas de cada um deles. É essencialmente um drama adolescente com elementos do slice of life e uma boa dose de romance, e como um todo uma produção bem sólida e bem fácil de recomendar.

Agora, quando o anime começa, esses cinco protagonistas são, quando muito, conhecidos uns dos outros. Estudam na mesma escola, alguns já haviam mesmo estudado juntos no ensino fundamental, mas num geral ninguém mantém uma relação próxima com ninguém. Como esses personagens vão se conhecendo melhor e formando lanços entre eles é basicamente a história desse anime, e em parte é o motivo pelo qual eu digo que é um cenário que poderia facilmente cair no que comentei no primeiro parágrafo.

Continuar lendo

Uma Breve Análise – Houseki no Kuni: Como Usar do Cliffhanger

Houseki no Kuni // Análise 25/12/2017 // 1
Phosphophyllite, a protagonista de Houseki no Kuni.

Houseki no Kuni começou como um mangá seinen escrito e ilustrado por Haruko Ichikawa, sendo publicado na revista Gekkan Afternoon desde outubro de 2012. Exatamente cinco anos após o seu início, em outubro de 2017 o mangá recebe uma adaptação para anime na forma de uma série de 12 episódios, produzidos pelo estúdio Orange e contando com a distinta característica de se utilizar largamente da computação gráfica: com um excelente resultado, diga-se de passagem.

Dizer que Houseki no Kuni eleva o nível do que podemos considerar um “bom CG” seria ainda subestimar a produção. Com cenários absolutamente estonteantes, movimentos de câmera inovadores e personagens cujos belos cabelos lustrosos só poderiam existir graças à computação gráfica, esse anime faz tudo o que eu elogiei no CG de Seikaisuru Kado enquanto ainda sendo um anime muito, muito melhor do que aquele foi. Mas… seria uma pena se isso cerceasse demais a discussão sobre essa obra.

Por ser o que mais chama a atenção, sobretudo em um contexto onde pouquíssimos animes se utilizam da computação gráfica de forma se quer passável, que dirá então boa, é normal que o que mais se comente sobre Houseki no Kuni seja justamente o quão excepcional ele é nesse quesito, um ponto fora da curva no que costuma terminar sendo um festival do vale da estranheza. Mas há muito mais que se possa ser dito deste anime, e justamente por isso – e por já ter falado sobre CG com Kado – eu decidi me focar aqui em um outro assunto.

Se você não sabe do que Houseki no Kuni se trata, o melhor que eu posso fazer em termos de sinopse é dizer que a trama segue uma série de pedras preciosas e semi-preciosas antropomórficas e imortais que, ao longo dos milênios, estão em constante conflito contra o Povo da Lua, seres misteriosos que descem à Terra para tentar levar essas gemas com eles. É um anime fantástico, e que definitivamente vale a pena conhecer, se ainda não o fez. E a partir daqui, spoilers correrão soltos, então sigam por sua conta e risco.

Continuar lendo

Anime Clips – Alguns dos Viodeclipes das Aberturas da Temporada (Outono / 2017)

Houseki no Kuni // Anime Clips 04/12/2017 1

Pergunta: quantos de vocês sabiam que é possível encontrar os videoclipes oficiais de diversas aberturas de animes, no YouTube, de forma perfeitamente legal? Considerando a pouca frequência com que eu vejo esse tipo de conteúdo ser compartilhado, eu chutaria que não muitos. Justamente por isso, já tem um tempo que eu venho pensando em uma forma de abordar o tema, mas sempre me soou meio complicado fazer isso em um post do blog. Digo, não é como se eu fosse ter muito o que escrever sobre esses videoclipes, considerando até a pouca familiaridade que eu tenho com a mídia, e fazer um artigo só com links para o YouTube me parecia, digamos, fácil demais para alguém que só publicava um texto por semana.

Dito isso, com dois artigos na semana fora o Café com Anime, sendo inclusive que toda a ideia disso é que um desses artigos seja mesmo um pouco menor e mais fácil de fazer, eu achei que valia deixar a antiga preocupação de lado e fazer um pequeno teste. Sim, este artigo é só alguns links para o YouTube, com alguns dos videoclipes que eu consegui encontrar que fossem referentes à abertura de um anime dessa temporada. Se a ideia der certo e receber uma boa resposta, eu talvez faça disso algo mais ou menos regular, com pelo menos um por temporada e talvez um ou outro extra com videoclipes de músicas de animes já finalizados há mais tempo.

Mas chega de preâmbulos e vamos de uma vez aos videoclipes. Botem ai os fones de ouvido, e espero que gostem das músicas o/

Continuar lendo

Café com Anime – Temporada de Outubro de 2017

Kino no Tabi Café com Anime 05 10 2017 1

E ainda outro quadro estreia aqui no blog! Pois é! Este, no entanto, bem diferente dos demais. Trata-se de mais uma colaboração entre eu, o Vinicius Marino, do Finisgeekis, o Fábio “Mexicano”, do Anime21, e o Gato de Ulthar, do Dissidência Pop. E desta vez a nossa proposta é a de conversas semanais sobre alguns dos animes que estreiam agora, na temporada de outubro de 2017 :D

E como isso vai funcionar? Bom, dentre a vasta miríade de animes que começam agora, nós selecionamos cinco dos títulos que nos parecem mais promissores: Animegaratis, Kino no Tabi: The Beautiful World – The Animated Series, Kujira  no Kora wa Sajou ni Utau (ou Children of the Whales) Mahou Tsukai no Yome (ou Ancient Magus Bride), e Shoujo Shuumatsu Ryokou (ou Girl’s Last Tour).

A cada semana, discutiremos o episódio da vez de cada um destes animes, sendo que cada blogueiro ficará encarregado de publicar uma destas conversas. Aqui, no É Só Um Desenho, vocês conferem nossas discussões sobre Kino no Tabi. O Vinicius, no Finisgeekis, publicará nossas conversas sobre Shoujo Shuumatsu Ryokou. O Gato, lá no Dissidência Pop, postará nossas discussões sobre Mahou Tsukai no Yome. E com o Fábio, lá no Animes21, vocês conferem os debates sobre Kujira no Kora e sobre Animegataris.

Mas enquanto esses animes não estreiam, nós decidimos fazer uma primeira conversa sobre as nossas expectativas para eles. E é isto que vocês podem ler abaixo! Então boa leitura e até breve o/

Continuar lendo