[Vídeo] Uma Breve Indicação – Gyakkyou Burai Kaiji

E no mais novo vídeo do canal, temos a recomendação de Kaiji, anime de 2007. Assista, e se gostar não deixe de curtir, compartilhar, e se inscreva no canal caso ainda não o seja ;) Ah, e se por acaso já conhece o anime, não deixe de conferir a review completa dele aqui no blog.

Review – Gyakkyou Burai Kaiji: Ultimate Survivor (Anime)

Kaiji // Review 04/12/2014 // 1
Kaiji: Ultimate Survivor

Baseado no mangá de Nobuyuki Fukumoto, “Tobaku Mokushiroku Kaiji”, em 2007 chegava às televisões japonesas a animação “Gyakkyou Burai Kaiji: Ultimate Survivor“, com 26 episódios num total, ao passo que o ano de 2011 traria a segunda temporada da série, intitulada “Gyakkyou Burai Kaiji: Hakairoku-hen”, também com 26 episódios. Nesse anime, a história acompanha ao personagem principal, Kaiji Itou, um desempregado que passa a maior parte de seu tempo fazendo pequenas apostas em jogos de azar e bebendo cerveja. Um dia, chega à sua porta Yuuji Endou, que vem para lhe cobrar a dívida de um amigo, naquele momento desaparecido. Vendo a enorme dívida que acabara de conseguir, Kaiji entra em desespero, pensando em como poderia fazer para pagar uma soma tão alta sem nem mesmo ter um emprego. Mas para este problema Endou lhe oferece uma solução: participar de um jogo que ocorreria no luxuoso navio Espoir. A simples participação já significaria a quitação de suas dívidas e, ainda mais, caso Kaiji se saísse bem no jogo ainda seria capaz de ganhar altas somas de dinheiro. Obviamente, o que Endou não fala é do preço a se pagar caso perca o jogo, algo que Kaiji só irá descobrir quando for tarde demais.

Num geral, Kaiji, como o anime é popularmente abreviado, se encaixa naquela categoria de “animes de jogos”. Tal como séries como “Yugioh”, “Phi Brain: Kami no Puzzle” (que já teve sua review neste blog, inclusive), ou o mais recente “No Game No Life”, os conflitos em Kaiji se resolvem por meio de jogos. O diferencial desta série, porém, é que a maioria os jogos mostrados em Kaiji são, fundamentalmente, jogos de azar. Isso significa dizer que são jogos que exigem uma grande medida de sorte, bem como são, muitas vezes, jogos criados especificamente para causar a derrota daqueles que os jogam. Mas engana-se quem pensar que, por conta disso, o anime será permeado de jogadas milagrosas, que dão a vitória ao protagonista puramente porque ele é o protagonista. Num geral, o que a série se propõe em fazer é justamente mostrar como Kaiji é capaz de contornar o fator fundamental “azar” desses jogos, usando de sua astúcia e inventividade para tornar mesmo a situação mais desfavorável e injusta numa luta que pode ser ganha. Isso não significa, porém, que ele sempre irá ganhar, o que adiciona uma boa dose de tensão à trama. Dito isto, é melhor eu parar essa sinopse por aqui. Deste ponto em diante, haverão spoilers do enredo e mesmo do final da série, portanto se não gosta de levar spoilers eu sugiro que deixe essa review de lado e vá assistir esse anime logo, porque definitivamente vale a pena. Aos que ficarem, desejo uma boa leitura o/ Continuar lendo