Lista – 5 Fantásticas Insert Songs dos Animes

Muito se fala sobre músicas de abertura, e com um pouco menos de frequência também ouvimos falar sobre alguns bons encerramentos. Raramente, porém, as insert songs de um anime recebem o reconhecimento que merecem. O que é uma pena, dado quantas fantásticas insert songs podemos encontrar nessa mídia. Sendo assim, eu decidi começar aqui no blog o que eu espero que vá se tornar um tipo recorrente de lista, muito na linha do que já temos com as listas de recomendação de músicas de vocaloid: uma para comentar algumas dessas ótimas insert songs dos animes.

Abaixo, o leitor confere cinco menções do tipo, músicas vindas de cinco animes que eu também altamente recomendo (bom, a maioria). Valem, porém, os avisos de sempre: isto é uma lista, e não um top. Não quero dizer que estas cinco sejam as melhores que existem, muito menos quero implicar que aquelas mais adiante na lista são melhores do que as que precedem. Acima de tudo, são apenas cinco músicas que eu achei que valia a pena compartilhar com vocês – e mais virão no futuro. E sendo assim, coloquem os fones de ouvido, sentem-se confortavelmente na cadeira, e vamos então à lista /o/

Continuar lendo

Anúncios

Anime Clips – Videoclipes da Abertura e do Encerramento de Violet Evergarden.

Quem estiver acompanhando os animes da temporada atual (inverno de 2018) muito provavelmente está vendo, ou no mínimo sabe da existência de, Violet Evergarden. Esse anime já vinha sendo bastante antecipado já faz um tempo, e por uma série de motivos. Trata-se de uma obra do estúdio Kyoto Animation, afinal, conhecido pela sua excelente qualidade de animação, e pelos trailers Violet Evergarden parecia que teria um visual digno de um filme. E não apenas isso, mas também a light novel na qual o anime seria baseado foi a primeira ganhadora do primeiro lugar num concurso de light novels realizado pela própria Kyoto Animation, então a expectativa era a de uma história emocionante com uma belíssima animação.

Se o anime entrega tudo o que se esperava eu prefiro não comentar aqui. A série, afinal, ainda está apenas em seu quinto episódio. Fora que, não quero me estender na discussão sobre o anime porque o ponto deste artigo está é nas suas músicas. Em particular, nos videoclipes de sua abertura e encerramento, com ambos se complementando no contar de uma mesma história, sobre um garoto e uma garota que se apaixonam na infância, mas acabam separados pelas circunstâncias. É algo que eu não lembro de ter visto antes, e que achei interessante demais para não compartilhar [rs]. Sendo assim, coloque os fones de ouvido, sente-se confortavelmente, e venha conferir as músicas. Ah, e não se preocupe se você (como eu) não sabe japonês: é bem fácil entender a história toda só com o visual.

Continuar lendo

Anime Clips – Alguns dos Videoclipes das Aberturas da Temporada (Inverno / 2018)

Uma nova temporada de animes se inicia, e com ela temos também toda uma nova leva de músicas de abertura. E convenhamos: muitas vezes tais músicas são praticamente um show em si mesmas, algumas sendo até mais interessantes que os animes aos quais estão ligadas. Mas quantos já pararam para ver os videoclipes dessas músicas? Porque sim: muitas delas tem um! Muitos inclusive disponíveis legal e oficialmente no YouTube, através dos canais das gravadoras, produtoras ou dos próprios artistas. Nem todas em versão completa: muitos disponibilizam apenas o clip referente à versão para a TV dessas músicas, mesmo como forma de promoção do álbum no qual a versão completa será oficialmente lançada. Mas ainda é alguma coisa, então por que não dar uma olhada? /o/

Entre versões completas e versões para a TV, reuni aqui cinco videoclipes referentes a cinco dos animes em exibição na temporada de inverno de 2018. Tenham em mente que isso não é nenhum top ou lista de “melhores músicas de abertura”: são só alguns dos videoclipes que eu consegui encontrar, elencados aqui de forma praticamente aleatória. E tenham também em mente que esse quadro não é um endosso dos animes para os quais essas músicas servem de abertura (embora nesse caso em específico quase tudo listado aqui está se provando bem legal). Por último, no final do artigo eu trago também um videoclipe bônus, referente a algum anime já finalizado, recente ou não.

E explicações dadas, vamos então aos vídeos. Ponham ai os fones de ouvido, aumentem o volume e boa música a todos o/

Continuar lendo

Anime Clips – Alguns dos Viodeclipes das Aberturas da Temporada (Outono / 2017)

Sem título

Pergunta: quantos de vocês sabiam que é possível encontrar os videoclipes oficiais de diversas aberturas de animes, no YouTube, de forma perfeitamente legal? Considerando a pouca frequência com que eu vejo esse tipo de conteúdo ser compartilhado, eu chutaria que não muitos. Justamente por isso, já tem um tempo que eu venho pensando em uma forma de abordar o tema, mas sempre me soou meio complicado fazer isso em um post do blog. Digo, não é como se eu fosse ter muito o que escrever sobre esses videoclipes, considerando até a pouca familiaridade que eu tenho com a mídia, e fazer um artigo só com links para o YouTube me parecia, digamos, fácil demais para alguém que só publicava um texto por semana.

Dito isso, com dois artigos na semana fora o Café com Anime, sendo inclusive que toda a ideia disso é que um desses artigos seja mesmo um pouco menor e mais fácil de fazer, eu achei que valia deixar a antiga preocupação de lado e fazer um pequeno teste. Sim, este artigo é só alguns links para o YouTube, com alguns dos videoclipes que eu consegui encontrar que fossem referentes à abertura de um anime dessa temporada. Se a ideia der certo e receber uma boa resposta, eu talvez faça disso algo mais ou menos regular, com pelo menos um por temporada e talvez um ou outro extra com videoclipes de músicas de animes já finalizados há mais tempo.

Mas chega de preâmbulos e vamos de uma vez aos videoclipes. Botem ai os fones de ouvido, e espero que gostem das músicas o/

Continuar lendo

Omoide wa Okkusenman: Uma Música Nascida da Internet

Omoide wa Okkusenman é uma música no minimo curiosa.

Em si mesma, é uma canção que eu gosto bastante. Sua letra é uma mescla de nostalgia e melancolia, cantada do ponto de vista de um adulto que relembra alguns momentos de sua infância, jogando videogames e imitando o popular herói Ultraman Seven.

O contraste então se estabelece entre o passado idílico e o presente acelerado, conforme a criança de outrora se tornou um assalariado que constantemente corre contra o tempo. Que houve com os amigos de antigamente? O narrador não sabe dizer.

É um tema bastante batido, sem dúvida nenhuma. Mas um que sempre rende sobre o que se pensar. É evidente que ninguém pode permanecer uma criança para sempre. Crescer é necessário, bem como assumir cada vez mais responsabilidades. Faz parte.

Mas onde deste contrato há uma clausula demandando a infelicidade? Abandonar a infância precisa, necessariamente, ser também abandonar a alegria daqueles tempos? Se a nostalgia da música vem de referências a Ultraman e a Rockman (ou Mega Man, como é conhecido no ocidente), a sua melancolia vem justamente dessas últimas duas perguntas.

Como eu disse, é uma música que eu gosto bastante. Mas francamente falando, e enquanto eu aprecio a sua letra, diria que o que me faz gostar tanto dele nem é tanto a música em si, mas sim a história de como ela veio a ser.

Então deixem-me contar essa história.

Continuar lendo

O que faz uma boa trilha sonora?

O impacto que pode ter uma boa música.
O impacto que pode ter uma boa música.

É curioso como, quando discutindo sobre animes, a trilha sonora raramente recebe lá muita atenção. Isso talvez se deva ao fato de que, ao contrário de elementos como animação, desenvolvimento de personagem e consistência no roteiro, as “regras” pelas quais avaliar a trilha sonora nunca ficaram exatamente claras. Enquanto podemos discordar sobre se personagem X ou Y foi bem desenvolvido ou não, ou se animação deste ou daquele anime foi competente ou não, nós ainda temos em mente um talvez-nem-tão-pequeno set de características que compõe o que seria um personagem bem desenvolvido ou um anime bem animado. Mas explicar conceitualmente o que faz uma boa trilha sonora é algo bem mais nebuloso, e talvez por isso a maioria das vezes que alguém comenta sobre a trilha sonora de uma obra a análise inevitavelmente cai em impressionismos como “é boa”, “é bela”, “é ruim”, e por ai vai (e é, eu certamente não sou imune a isso, muitíssimo pelo contrário).

Dito isso, eu honestamente acredito que a trilha sonora é um dos aspectos mais importantes de um anime, podendo facilmente tornar até a pior das histórias ao menos um pouco mais palatável – quando bem utilizada -, ou fazendo até a mais belíssima animação parecer “vazia” e “inacabada” – quando mal utilizada. E para explicar o porque disso, eu quero deixar claro aqui o que eu acho que faz uma boa trilha sonora: ela ser notável. Isto é, uma boa trilha sonora deve ser percebida pelo espectador, e para além disso a sua presença ali deve ser complementar à cena. Em outras palavras: a trilha sonora deve ser parte integrante da cena em questão, e significativamente impactar na forma como a percebemos. Se uma cena passa exatamente as mesmas ideias, impressões e sensações no mudo do que quando com o som ligado, então temos aqui um mal uso da trilha sonora. Mas para ir mais a fundo nisso, talvez alguns exemplos sejam o melhor caminho.

Continuar lendo

Quando a música de abertura toca como insert song.

Bungou Stray Dogs: batalha ao som de "Reason Living".
Bungou Stray Dogs: batalha ao som de “Reason Living”.

Eu preciso dizer: os quatro primeiros episódios da segunda temporada de Bungou Stray Dogs foram incríveis! Para uma série que teve uma primeira temporada divertida, mas em última instância esquecível, esses primeiros quatro episódios da segunda fora uma surpresa extremamente bem vinda. E, em última instância, foi o que me motivo a escrever esse artigo. Isso por conta de uma cena no quarto episódio – a qual não detalho para evitar spoilers -, onde temos o já tradicional momento no qual a música de abertura toca durante uma batalha. Possivelmente meu clichê favorito entre os animes – e um que eu certamente não me importaria de ver mais vezes -, foi após essa cena que eu comecei a me perguntar: por quê?

Cenas desse tipo tem uma espécie de “charme” especial próprio. Algo que, pelo menos na minha opinião, você não consegue atingir com uma trilha sonora mais convencional, e que é capaz de render algumas das mais memoráveis cenas dos animes. Critiquem Dragon Ball GT o quanto quiserem: é impossível não se emocionar ao menos um pouco com a cena final, do Goku caminhando enquanto passam flashbacks de diversos momentos da franquia até então, tudo isso ao som de Dan Dan Kokoro Hikareteku (ou Coração de Criança, na dublagem brasileira). Obviamente não é  a música o que torna essa cena tão memorável, mas ela certamente ajudou. E eu aposto que o leitor pode pensar em diversas outras cenas do tipo. Então… Por quê? O que há de especial nesse recurso?

Continuar lendo