Lista – 5 Filmes em Anime que Valem a Pena Assistir (Parte 2)

Em 30 de Junho de 2017 eu lancei uma lista recomendando 5 filmes em anime, algo que já vinha pensando em fazer há algum tempo. E nela eu disse que pretendia fazer disso algo regular. Bom… anual ainda conta como uma regularidade, né?

Ok, mas em toda seriedade, eis aqui finalmente a continuação daquela lista (e espero que não seja mais um ano até eu fazer a parte 3…). Desta vez com uma variedade um pouco maior de títulos: alguns até que bem conhecidos (sobretudo se você já vê animes há um tempo), mas também outros que mesmo muitos otakus deixam passar.

Vale, porém, o mesmo aviso que eu faço em toda lista: isto não é um top. Estes não são os 5 melhores filmes em anime nem nada do tipo, são apenas 5 títulos que eu gosto e que acho que vale a pena recomendar por um motivo ou outro. E sendo assim, vamos começar:

Continuar lendo

Anúncios

Lista – 5 Péssimas Lições que os Animes nos Ensinam

Já dizia o ditado: de boas intenções o inferno está cheio. Frequentemente eu vejo brotarem, aqui e ali, discussões sobre “o que aprendi vendo animes”, normalmente na forma de uma meia dúzia de mensagens bonitinhas que praticamente todo shounen tenta passar. Nada realmente de ofensivo aqui, vale dizer: não deixa de ser uma forma de alguns fãs desta ou daquela série celebrarem o que eles vêem como aquilo que ela tem de mais positivo. Vamos e venhamos, alguém que fez um vídeo questionando como (e se) os animes podem nos afetar não realmente deveria reclamar disso. Só tem um pequeno problema: nem toda mensagem que parece positiva realmente o é. Porque nem tudo que funciona na ficção funciona de fato no mundo real.

Normalmente nem é uma questão de má fé dos autores nem nada do tipo. É só uma questão de falta de nuance: de passar um lugar-comum que fica bem no papel, e no qual o próprio autor talvez até acredite de fato, mas fazê-lo de uma forma exageradamente simplista, resultando numa mensagem que não se transfere bem o bastante para a realidade. Isso quando não falamos de mensagens intrusivas: aquelas que surgem mais das implicações daquilo que nos é passado do que realmente como algo intencionalmente colocado ali pelo autor. Sendo assim, eu decidi para esta lista reunir cinco casos do tipo: cinco mensagens que a principio até parecem bastante positivas, mas que simplesmente não sobrevivem a um maior escrutínio. Vamos lá.

Continuar lendo

[Vídeo] Lista – 5 (Bons) Animes Bizarros

Mais novo vídeo do canal :D Um pouco atrasado (era pra ter saído ontem, quinta-feira), mas aqui está /o/ Minha primeira tentativa de fazer uma lista desde que voltei com o canal. Não é algo que farei com frequência (sinceramente, editar 11 minutos de vídeo foi um pesadelo :’D), mas de vez em quando é legal. E claro: se gostou do vídeo, não deixe de compartilhar por ai, e se inscreva no canal caso ainda não o tenha feito.

Continuar lendo

Lista – 5 Clichês que Eu Adoro (e o que Eles Têm de Mais)

Apontar que nem todo clichê é ruim já se tornou, em si mesmo, um clichê. Todos já sabemos: o sucesso ou fracasso do uso de determinado clichê está muito mais na sua execução do que na sua pura existência, e a maioria prova disso é que mesmo obras que bem poderíamos descrever como um amontoado de clichês ainda variam tanto em qualidade quanto a diferença entre uma história medíocre para um genuíno clássico moderno. No final do dia, clichês existem porque funcionam, pelo menos quando bem utilizados, e todo mundo tem a sua própria seleção de clichês favoritos – eu incluso. Assim chegamos a este texto: alguns breves apontamentos sobre cinco clichês que eu adoro.

É talvez relevante avisar que o texto ficou consideravelmente menor do que o normal para o blog, e isso porque eu não realmente tenho lá muito a dizer. Essencialmente cada entrada são três parágrafos curtos para dizer “hey, isso existe e eu gosto”, junto de alguns exemplos comuns e uma pequena explicação do porquê de eu gostar do clichê mencionado. Nada fora do usual, eu acho, mas ainda um texto que eu já vinha querendo escrever há um tempo. E vale também lembrar que, como praticamente toda lista aqui do blog, isto não é um top: eu não diria que estes são os melhores clichês que existem, e a ordenação das entradas aqui foi praticamente aleatória.

E feitas as considerações iniciais de sempre, vamos então à lista /o/

Continuar lendo

Lista – 10 Musicas de Vocaloid que Valem a Pena Ouvir (Parte 5)

Bom… faz tempo que eu não faço uma lista dessas (a última foi, tipo, setembro de 2016 O_O). É, eu fiz algumas listas de vocaloids nesse meio tempo (duas, pra ser mais preciso…), mas esse quadro em específico anda bastante abandonado. Oh bem, hora de remediar isso /o/ Pois é, de volta estou com mais dez músicas de vocaloid para comentar. Se você não viu as partes anteriores, todas podem ser encontradas na aba “Listas“. Não que seja necessário ver as listas anteriores, é óbvio, mas para quem quiser mais, elas estão ali.

Como sempre, eu deixo aqui os avisos usuais. Primeiro: trata-se de uma lista, não de um top. As dez músicas aqui listas de forma alguma são as “melhores” em qualquer categoria, mas sim apenas dez músicas que eu pessoalmente gosto. Muitas delas estão disponíveis nos canais no YouTube de seus criadores, então não deixem de clicar nos links para dar algumas visualizações a eles. Finalmente, todas as citações aqui apresentadas são traduções minhas da tradução para o inglês das músicas, tal como consta na Vocaloid Lyrics Wiki

Mas antes de passar para a lista, um comentário temático. Vejam, olhando para as listas passadas, eu quase sempre enfatizei músicas que trouxessem alguma reflexão ou que contassem alguma história. Nesta lista, porém, eu quero expor um pouco o lado mais… “upbeat” dos vocaloids. Se estiver tendo um mal dia, aqui algumas músicas que talvez alegrem um pouquinho (ou não…). Coloquem os fones de ouvido, sentem-se confortavelmente na cadeira e vamos com isso. Aqui estão dez músicas de vocaloid que valem a pena ouvir: wholesome edition.

Continuar lendo

Lista – 5 Dilemas que Todo Fã de Anime Terá de Enfrentar

“Dilema” provavelmente não é bem a palavra que a maioria associaria com o hobby de assistir desenhos japoneses [rs]. Mas aqueles que decidiram se aprofundar nessa mídia bem sabem que, às vezes, escolhas precisam ser feitas. O que assistir? Que mídia consumir? Dropar ou não dropar? Estas e outras perguntas devem ressoar com qualquer um que tenha o hábito de consumir ficção, e os otakus certamente não são exceção. Sendo assim, decidi reunir aqui cinco dos dilemas mais comuns que qualquer fã de anime já enfrentou ou terá ainda de enfrentar. De forma alguma é uma lista que exauste o tema: há muitos outros dilemas que deixaram de ser mencionados aqui porque “5” é um número que fica mais bonitinho no título. Mas por agora, vai bastar, e o leitor pode sempre contribuir para a discussão mencionando os dilemas que achou que faltaram.

É importante também dizer que eu de forma alguma pretendo dar respostas definitivas aos cinco dilemas selecionados. Acima de tudo, cada entrada é apenas uma pequena série de reflexões em cima de cada dilema, nada muito elaborado, mas ainda dentro do espírito mais… “discursivo” do blog, por assim dizer [rs]. Em alguns casos eu chego a dar a minha opinião sobre o que eu prefiro ou acho melhor, mas quero deixar claro que de forma alguma considero as minhas formas de lidar com esses pequenos dilemas a forma “correta”: cada um é cada um e lida com essas questões da sua própria maneira. Finalmente, só quero apontar que a lista não está em nenhuma ordem em particular, e feitos esses avisos vamos então seguir com o texto.

Continuar lendo

Lista – 5 Mangás de Volume Único que Valem a Leitura.

Kizu

Mangás de volume único! Francamente falando, eis ai um formato que eu adoro. Nada contras as séries mais longas, mesmo aquelas com dezenas de volumes, mas é inegável que estas exigem um comprometimento muito maior por parte do leitor. Em contraste, um bom volume único consegue entregar em si mesmo uma experiência completa, uma história com começo, meio e final que, nos melhores casos, nada deixa a dever às obras de mais longa duração. Ainda assim, é evidente que nem todo volume único é automaticamente uma obra prima, e um ou outro título menos que excelente (para usar de um eufemismo) ainda acaba saindo vez ou outra. Mas não nos concentremos neles, mas sim naquelas histórias que de fato valem nosso tempo e, ao menos no caso daquelas aqui citadas, o nosso dinheiro – porque sim, eu foquei esta lista em mangás publicados aqui no Brasil.

Mas antes de irmos às entradas, eu queria deixar aqui dois rápidos disclaimers. Primeiro, uma menção honrosa ao mangá Tom Sawyer [review], um dos meus títulos favoritos. Originalmente eu considerei incluí-lo nesta lista, mas para ter uma distribuição um pouco maior de editoras – e como este mangá já possui uma review aqui no blog – preferi deixar ele de lado desta vez (quem sabe não o incluo em uma listagem futura?). Mas ainda é um mangá que eu imensamente recomendo. Já sobre o segundo aviso, é a nota que eu faço quase sempre nestas listas do blog: isto aqui não é um top, e não é minha intenção que estes são os melhores volumes do tipo. São apenas 5 mangás que eu realmente gostei e que acho que o leitor também pode vir a gosta, só isso. E dados os avisos, vamos então à lista /o/.

Continuar lendo