Review – Kyousougiga (Anime)

Kyousougiga

Próximo à antiga Kyoto vivia um monge, Myoue, dotado do incrível poder de dar vida a tudo o que desenhava. Um destes desenhos era Koto, uma coelha negra, que se apaixonara pelo seu criador. Compadecendo-se dela, uma bodhisattva oferece à Koto seu corpo, a fim de que ela pudesse se declarar. O tempo passa e Koto e Myoue acabam tendo três crianças: o humano Yakushimaru, a oni Yase, e o buda Kurama. Porém, atritos com a cidade próxima levam a família a decidir se mudar, no caso para dentro de uma das pinturas de Myoue: a Capital Espelhada, Kyoto. Tudo parece ir bem, mas logo Koto começa a sonhar com a destruição daquele mundo, e ela acredita ser por já usar o corpo da bodhisattva há tempo demais. Assim, Koto e Myoue decidem deixar a cidade, prometendo a seus filhos que um dia voltariam. O tempo passa – anos, décadas, mesmo séculos -, mas nada de ambos retornarem. Eis que um dia, porém, uma tempestade de raios parece literalmente rasgar os céus daquele mundo. Descendo à cidade, chega então uma garotinha portando um imenso martelo. Seu nome era Koto, e ela estava em busca de uma coelha negra.

Kyousougiga é facilmente uma das obras mais densas que já assisti, tanto em roteiro quanto em elementos simbólicos e alegóricos, a tal ponto que eu bem sei que nenhum único texto poderia esgotar tudo o que se pode extrair desse anime. Sua primeira encarnação foi como um ONA (original net animation) de apenas um episódio, lançado em 2011 no site Nico Nico Douga (e posteriormente também no Youtube). Em 2012 a série recebe mais 5 episódios, também no formato ONA. E finalmente, em 2013 temos a série para televisão, com 10 episódios. Em todos esses casos, a direção do anime ficou a cargo de Rie Matsumoto, mas a criação de fato é creditada a Izumi Todo: um pseudônimo para a staff do estúdio Toei Animation. Sim: Kyousougiga é uma obra da Toei, e possivelmente uma das melhores que o estúdio já fez. Visualmente espetacular, com uma belíssima trilha sonora, personagens carismáticos, e uma trama repleta de reviravoltas, esse é um anime que realmente merece muito mais atenção do que recebe. Quem ainda não viu, fica aqui a minha recomendação. Até porque, cabe aqui o aviso de sempre: spoilers a frente.

Continuar lendo

[Vídeo] Lista – 5 Animes Recentes que Valem a Pena Assistir

Mais novo vídeo no canal do blog, desta vez com o roteiro embasado no artigo 10 Animes Recentes que Merecem a Sua Atenção. Se gostou do vídeo, não deixe de curtir, compartilhar, e se inscreva no canal para mais conteúdo no futuro. E se quiser ainda mais indicações, de uma conferida no artigo original =)

Lista – 10 Animes Recentes Que Merecem a Sua Atenção

Kyousougiga Lista 06 05 2016 1

Não é de hoje que aparecem pela internet listas de animes que “todo otaku deveria ver”, ou qualquer variante disso. Pessoalmente, eu sou bastante contra títulos nessa linha, que mais parecem querer criar uma série de regras de o que faz ou não alguém ser um otaku, mas já falei brevemente sobre essa ideia de “regrinhas” num texto passado, então já estou divagando… Não, na verdade eu tenho um outro problema com esse tipo de lista, e é esse problema que me levou a criar esta. A dizer: o fato de que a grande maioria destas listas, embora aparentemente direcionadas para aqueles que querem se aprofundar um pouco mais na mídia, costumam ser quase inteiramente compreendidas por animes populares. Não fazendo aqui qualquer juízo de valores sobre as obras em si, longe disso, mas se sua lista contem obras que qualquer um já entraria em contato só conversando por 5 minutos em qualquer círculo otaku, então qual o ponto da existência dela? Foi pensando nisso que eu decidi criar esta lista que agora você lê.

Para compor essa lista, eu decidi me focar em animes recentes não muito falados. Vamos clarificar essa frase. Em primeiro lugar, prestem atenção que eu digo animes não muito falados. Não foi minha intenção procurar animes desconhecidos e obscuros, ainda que um ou outro aqui certamente caia nisso. Antes, são apenas animes que não costumam ser muito discutidos. Talvez alguns deles você até já conheça de nome, apenas nunca parou para ver do que eles realmente se tratam. Em segundo lugar, por “recentes” eu me refiro a qualquer obra de 2010 até o presente (ainda que na prática a lista acabou ficando no intervalo de 2010 a 2013). Finalmente, é bom dar o meu aviso de sempre: isto é uma lista, não um top. De forma nenhuma quero dizer que estes são os melhores animes recentes que há, e mesmo a ordem deles na lista é puramente cronológica. São apenas 10 animes recentes que acredito que o leitor pode gostar. E feitos os avisos, vamos à lista.

Continuar lendo