Uma Rápida Review – Liz to Aoi Tori


O conto de duas garotas.


Continuar lendo

Anúncios

Lista – 5 Filmes em Anime que Valem a Pena Assistir (Parte 2)

Em 30 de Junho de 2017 eu lancei uma lista recomendando 5 filmes em anime, algo que já vinha pensando em fazer há algum tempo. E nela eu disse que pretendia fazer disso algo regular. Bom… anual ainda conta como uma regularidade, né?

Ok, mas em toda seriedade, eis aqui finalmente a continuação daquela lista (e espero que não seja mais um ano até eu fazer a parte 3…). Desta vez com uma variedade um pouco maior de títulos: alguns até que bem conhecidos (sobretudo se você já vê animes há um tempo), mas também outros que mesmo muitos otakus deixam passar.

Vale, porém, o mesmo aviso que eu faço em toda lista: isto não é um top. Estes não são os 5 melhores filmes em anime nem nada do tipo, são apenas 5 títulos que eu gosto e que acho que vale a pena recomendar por um motivo ou outro. E sendo assim, vamos começar:

Continuar lendo

Uma Rápida Review – Junkers Come Here

Junkers Come Here é um filme que, chuto eu, a maioria de vocês lendo esta review provavelmente nunca ouviu falar. E após tê-lo terminado, eu posso complementar essa primeira afirmação com uma outra: o que é uma pena. Uma história de premissa fantasiosa – uma garota e seu cão falante, que se declara capaz de realizar três “milagres” – sendo usada para tratar de um tema que não realmente se vê com tanta frequência assim nos animes: uma criança que precisa lidar com o iminente divórcio de seus pais.

Vamos começar com o que o filme tem de melhor. Seu cenário é um que já vimos à exaustão, mesmo em mídias ocidentais. Pais de classe alta que, imersos como estão em suas carreiras, acabam inadvertidamente negligenciando sua filha – e também um ao outro. Mas o que Junkers Come Here faz de interessante é adicionar um pouco de nuance a toda essa questão. A começar pelos pais, que ocupados como são nunca chegam a ser de fato negligentes, e podemos ver que eles se esforçam para estarem presentes na vida da filha, ainda que infelizmente falhando mais vezes do que provavelmente gostariam.

Continuar lendo

Uma Rápida Review – Perfect Blue

Review originalmente publicada na página do blog no facebook, em 08/01/2017

Agora, eu tenho de ser bem honesto: eu não gosto do estilo do Kon. Para quem não conhece o diretor – já falecido, aliás -, as obras dele giram muito em torno da brincadeira com o que é real e o que é algum tipo de “ilusão” (desde ilusões de fato, loucura, até pura memória, por exemplo). E esse é realmente um estilo que não me agrada.

E… é, Perfect Blue é um filme bem “Kon”, não da pra negar. Ele ainda começa “normal”, como um thriller de suspense – o que ele se mantém até o final, não me entendam mal -, mas logo a coisa degringola para os campos mais malucos possíveis. Até porque a história é, em boa medida, essencialmente sobre a protagonista perdendo a sanidade aos poucos, conforme sucumbe às pressões da industria do entretenimento (passando de cantora Idol para atriz) e se sente em conflito entre o que ela de fato quer fazer e o que seria melhor para a sua carreira.

Continuar lendo

Uma Rápida Review – Anne no Nikki

O Diário de Anne Frank. Poucos são aqueles que nunca tenham se quer ouvido falar dele – quer saibam do que se trata ou não. Um diário escrito por uma adolescente judia holandesa, narrando seu dia a dia enquanto vivia escondida das autoridades nazistas durante a ocupação da região, e que se encerra abruptamente quando ela, sua família e as demais pessoas que viviam com eles foram descobertos e levados para variados campos de concentração – para nunca mais retornar.

De certa forma, a própria existência de uma adaptação em anime dessa história é no mínimo curiosa. Há diversos animes que tratam da Segunda Guerra Mundial, sim, mas normalmente apenas da perspectiva japonesa. Uma história sobre o sofrimento daqueles baixo o julgo alemão – que eram, é válido lembrar, aliados dos japoneses durante a Guerra – fica então como no mínimo um ponto fora da curva. E que seja a segunda adaptação em anime da história é ainda mais curioso (a primeira é de 1979, a propósito).

Continuar lendo

Uma Rápida Review – Sen to Chihiro no Kamikakushi

Review originalmente postada na página do blog no Facebook, em 01/01/2017

A Viagem de Chihiro, talvez um dos mais conhecidos filmes do estúdio Ghibli, e justamente por isso o primeiro que eu quis assistir (porque é, eu meio que nunca vi nada do estúdio… me julguem :v ). E… É… É um filme legal… Eu acho.

Honestamente, antes mesmo de eu ver o filme eu já tinha uma boa expectativa do que iria encontrar: o seu típico filme “para toda a família”, para o bem e para o mal. E… É, Chihiro é exatamente isso: um filme para você reunir a família – especialmente as crianças – e assistir com um balde de pipocas na mão. Mas também, só isso.

Continuar lendo