10 Animes que já Valeram pela Trilha Sonora


Post de apreciação de insert songs!


Continuar lendo

Anúncios

Os 10 Animes de Destaque da Temporada de Inverno / 2019


Comentando a temporada que se encerra.


Continuar lendo

Retrospectiva 2018: Dando Adeus a um Ótimo Ano


Os destaques deste ano que passou.


Continuar lendo

Lista – 5 Filmes em Anime que Valem a Pena Assistir (Parte 2)

Em 30 de Junho de 2017 eu lancei uma lista recomendando 5 filmes em anime, algo que já vinha pensando em fazer há algum tempo. E nela eu disse que pretendia fazer disso algo regular. Bom… anual ainda conta como uma regularidade, né?

Ok, mas em toda seriedade, eis aqui finalmente a continuação daquela lista (e espero que não seja mais um ano até eu fazer a parte 3…). Desta vez com uma variedade um pouco maior de títulos: alguns até que bem conhecidos (sobretudo se você já vê animes há um tempo), mas também outros que mesmo muitos otakus deixam passar.

Vale, porém, o mesmo aviso que eu faço em toda lista: isto não é um top. Estes não são os 5 melhores filmes em anime nem nada do tipo, são apenas 5 títulos que eu gosto e que acho que vale a pena recomendar por um motivo ou outro. E sendo assim, vamos começar:

Continuar lendo

Lista – 5 Péssimas Lições que os Animes nos Ensinam

Já dizia o ditado: de boas intenções o inferno está cheio. Frequentemente eu vejo brotarem, aqui e ali, discussões sobre “o que aprendi vendo animes”, normalmente na forma de uma meia dúzia de mensagens bonitinhas que praticamente todo shounen tenta passar. Nada realmente de ofensivo aqui, vale dizer: não deixa de ser uma forma de alguns fãs desta ou daquela série celebrarem o que eles vêem como aquilo que ela tem de mais positivo. Vamos e venhamos, alguém que fez um vídeo questionando como (e se) os animes podem nos afetar não realmente deveria reclamar disso. Só tem um pequeno problema: nem toda mensagem que parece positiva realmente o é. Porque nem tudo que funciona na ficção funciona de fato no mundo real.

Normalmente nem é uma questão de má fé dos autores nem nada do tipo. É só uma questão de falta de nuance: de passar um lugar-comum que fica bem no papel, e no qual o próprio autor talvez até acredite de fato, mas fazê-lo de uma forma exageradamente simplista, resultando numa mensagem que não se transfere bem o bastante para a realidade. Isso quando não falamos de mensagens intrusivas: aquelas que surgem mais das implicações daquilo que nos é passado do que realmente como algo intencionalmente colocado ali pelo autor. Sendo assim, eu decidi para esta lista reunir cinco casos do tipo: cinco mensagens que a principio até parecem bastante positivas, mas que simplesmente não sobrevivem a um maior escrutínio. Vamos lá.

Continuar lendo