Lista – 5 Péssimas Lições que os Animes nos Ensinam

Já dizia o ditado: de boas intenções o inferno está cheio. Frequentemente eu vejo brotarem, aqui e ali, discussões sobre “o que aprendi vendo animes”, normalmente na forma de uma meia dúzia de mensagens bonitinhas que praticamente todo shounen tenta passar. Nada realmente de ofensivo aqui, vale dizer: não deixa de ser uma forma de alguns fãs desta ou daquela série celebrarem o que eles vêem como aquilo que ela tem de mais positivo. Vamos e venhamos, alguém que fez um vídeo questionando como (e se) os animes podem nos afetar não realmente deveria reclamar disso. Só tem um pequeno problema: nem toda mensagem que parece positiva realmente o é. Porque nem tudo que funciona na ficção funciona de fato no mundo real.

Normalmente nem é uma questão de má fé dos autores nem nada do tipo. É só uma questão de falta de nuance: de passar um lugar-comum que fica bem no papel, e no qual o próprio autor talvez até acredite de fato, mas fazê-lo de uma forma exageradamente simplista, resultando numa mensagem que não se transfere bem o bastante para a realidade. Isso quando não falamos de mensagens intrusivas: aquelas que surgem mais das implicações daquilo que nos é passado do que realmente como algo intencionalmente colocado ali pelo autor. Sendo assim, eu decidi para esta lista reunir cinco casos do tipo: cinco mensagens que a principio até parecem bastante positivas, mas que simplesmente não sobrevivem a um maior escrutínio. Vamos lá.

Continuar lendo

Anúncios

[Vídeo] Lista – 5 (Bons) Animes Bizarros

Mais novo vídeo do canal :D Um pouco atrasado (era pra ter saído ontem, quinta-feira), mas aqui está /o/ Minha primeira tentativa de fazer uma lista desde que voltei com o canal. Não é algo que farei com frequência (sinceramente, editar 11 minutos de vídeo foi um pesadelo :’D), mas de vez em quando é legal. E claro: se gostou do vídeo, não deixe de compartilhar por ai, e se inscreva no canal caso ainda não o tenha feito.

Continuar lendo

Lista – 5 Fantásticas Insert Songs dos Animes

Muito se fala sobre músicas de abertura, e com um pouco menos de frequência também ouvimos falar sobre alguns bons encerramentos. Raramente, porém, as insert songs de um anime recebem o reconhecimento que merecem. O que é uma pena, dado quantas fantásticas insert songs podemos encontrar nessa mídia. Sendo assim, eu decidi começar aqui no blog o que eu espero que vá se tornar um tipo recorrente de lista, muito na linha do que já temos com as listas de recomendação de músicas de vocaloid: uma para comentar algumas dessas ótimas insert songs dos animes.

Abaixo, o leitor confere cinco menções do tipo, músicas vindas de cinco animes que eu também altamente recomendo (bom, a maioria). Valem, porém, os avisos de sempre: isto é uma lista, e não um top. Não quero dizer que estas cinco sejam as melhores que existem, muito menos quero implicar que aquelas mais adiante na lista são melhores do que as que precedem. Acima de tudo, são apenas cinco músicas que eu achei que valia a pena compartilhar com vocês – e mais virão no futuro. E sendo assim, coloquem os fones de ouvido, sentem-se confortavelmente na cadeira, e vamos então à lista /o/

Continuar lendo

Lista – 5 Clichês que Eu Adoro (e o que Eles Têm de Mais)

Apontar que nem todo clichê é ruim já se tornou, em si mesmo, um clichê. Todos já sabemos: o sucesso ou fracasso do uso de determinado clichê está muito mais na sua execução do que na sua pura existência, e a maioria prova disso é que mesmo obras que bem poderíamos descrever como um amontoado de clichês ainda variam tanto em qualidade quanto a diferença entre uma história medíocre para um genuíno clássico moderno. No final do dia, clichês existem porque funcionam, pelo menos quando bem utilizados, e todo mundo tem a sua própria seleção de clichês favoritos – eu incluso. Assim chegamos a este texto: alguns breves apontamentos sobre cinco clichês que eu adoro.

É talvez relevante avisar que o texto ficou consideravelmente menor do que o normal para o blog, e isso porque eu não realmente tenho lá muito a dizer. Essencialmente cada entrada são três parágrafos curtos para dizer “hey, isso existe e eu gosto”, junto de alguns exemplos comuns e uma pequena explicação do porquê de eu gostar do clichê mencionado. Nada fora do usual, eu acho, mas ainda um texto que eu já vinha querendo escrever há um tempo. E vale também lembrar que, como praticamente toda lista aqui do blog, isto não é um top: eu não diria que estes são os melhores clichês que existem, e a ordenação das entradas aqui foi praticamente aleatória.

E feitas as considerações iniciais de sempre, vamos então à lista /o/

Continuar lendo

Lista – 10 Musicas de Vocaloid que Valem a Pena Ouvir (Parte 5)

Bom… faz tempo que eu não faço uma lista dessas (a última foi, tipo, setembro de 2016 O_O). É, eu fiz algumas listas de vocaloids nesse meio tempo (duas, pra ser mais preciso…), mas esse quadro em específico anda bastante abandonado. Oh bem, hora de remediar isso /o/ Pois é, de volta estou com mais dez músicas de vocaloid para comentar. Se você não viu as partes anteriores, todas podem ser encontradas na aba “Listas“. Não que seja necessário ver as listas anteriores, é óbvio, mas para quem quiser mais, elas estão ali.

Como sempre, eu deixo aqui os avisos usuais. Primeiro: trata-se de uma lista, não de um top. As dez músicas aqui listas de forma alguma são as “melhores” em qualquer categoria, mas sim apenas dez músicas que eu pessoalmente gosto. Muitas delas estão disponíveis nos canais no YouTube de seus criadores, então não deixem de clicar nos links para dar algumas visualizações a eles. Finalmente, todas as citações aqui apresentadas são traduções minhas da tradução para o inglês das músicas, tal como consta na Vocaloid Lyrics Wiki

Mas antes de passar para a lista, um comentário temático. Vejam, olhando para as listas passadas, eu quase sempre enfatizei músicas que trouxessem alguma reflexão ou que contassem alguma história. Nesta lista, porém, eu quero expor um pouco o lado mais… “upbeat” dos vocaloids. Se estiver tendo um mal dia, aqui algumas músicas que talvez alegrem um pouquinho (ou não…). Coloquem os fones de ouvido, sentem-se confortavelmente na cadeira e vamos com isso. Aqui estão dez músicas de vocaloid que valem a pena ouvir: wholesome edition.

Continuar lendo

Retrospectiva 2017: O Melhor de um Ano que se Vai.

No começo de 2017 eu lancei duas listas dando a minha opinião sobre alguns dos títulos de 2016 que eu acompanhei, entre populares e ignorados, e eu planejava fazer disso um pequeno evento anual aqui no blog. Mas 2017 foi um ano… esquisito. Diferente de praticamente todo o restante dessa década, nesse ano nós não realmente tivemos algum grande hit imensamente popular, e mesmo aqueles animes que de fato ganharam fama parecem ter ganhado apenas em círculos bem particulares. Você não pode apontar para o anime mais popular de 2017 da mesma forma que você podia apontar para títulos como Boku Dake ga Inai MachiRe:ZeroYuri!! on Ice (sem esquecer Kimi no Na Wa) em 2016. Adicione a isso que muitos desses títulos populares-dentro-do-nicho eu não assisti – como Kemono Friends ou Eromanga-sensei – e eu meio que não tinha muito como seguir com a mesma fórmula de 2016.

Minha ideia posterior foi então fazer apenas a segunda lista, ainda que um pouco maior: 10 títulos relativamente ignorados que eu achei que mereciam maior notoriedade. Mas mesmo isso se provou um pouco difícil, não só em termos de escolher 10 animes do tipo, como também em termos de onde traçar a linha entre pouco conhecido e ignorado – como eu disse, 2017 foi um ano estranho. Mas diante desses problemas, que tal então algo diferente? Uma lista, ainda, sim, mas ao invés de 5 ou 10 entradas temos aqui alguns daqueles que se provaram os meus animes favoritos de 2017, separados de acordo com algumas categorias que o leitor logo verá por si mesmo, e incluindo ai uma que não normalmente vemos nesse tipo de texto, mas que eu acho mais do que válida.

Isso vai ser um artigo bem longo, obviamente, mas ei, um evento do tipo é só uma vez ao ano, afinal [rs]. Então peguem ai uma xícara de café (ou chá… ou leite… ou água, sei lá), sentem-se de maneira confortável e vamos aproveitar o brindar de um novo ano para lembrar o que aquele que passou nos trouxe: do bom e do não tão bom assim. Obviamente, tudo aqui nesse texto é apenas a minha opinião pessoal, e com isso dito vamos então à essa singela retrospectiva de 2017.

Continuar lendo

Lista – 5 Dilemas que Todo Fã de Anime Terá de Enfrentar

“Dilema” provavelmente não é bem a palavra que a maioria associaria com o hobby de assistir desenhos japoneses [rs]. Mas aqueles que decidiram se aprofundar nessa mídia bem sabem que, às vezes, escolhas precisam ser feitas. O que assistir? Que mídia consumir? Dropar ou não dropar? Estas e outras perguntas devem ressoar com qualquer um que tenha o hábito de consumir ficção, e os otakus certamente não são exceção. Sendo assim, decidi reunir aqui cinco dos dilemas mais comuns que qualquer fã de anime já enfrentou ou terá ainda de enfrentar. De forma alguma é uma lista que exauste o tema: há muitos outros dilemas que deixaram de ser mencionados aqui porque “5” é um número que fica mais bonitinho no título. Mas por agora, vai bastar, e o leitor pode sempre contribuir para a discussão mencionando os dilemas que achou que faltaram.

É importante também dizer que eu de forma alguma pretendo dar respostas definitivas aos cinco dilemas selecionados. Acima de tudo, cada entrada é apenas uma pequena série de reflexões em cima de cada dilema, nada muito elaborado, mas ainda dentro do espírito mais… “discursivo” do blog, por assim dizer [rs]. Em alguns casos eu chego a dar a minha opinião sobre o que eu prefiro ou acho melhor, mas quero deixar claro que de forma alguma considero as minhas formas de lidar com esses pequenos dilemas a forma “correta”: cada um é cada um e lida com essas questões da sua própria maneira. Finalmente, só quero apontar que a lista não está em nenhuma ordem em particular, e feitos esses avisos vamos então seguir com o texto.

Continuar lendo