E Agora: Um Servidor no Discord!

Faz alguns dias, vieram me perguntar no meu My Anime List se eu tinha a intenção de abrir um servidor no Discord. Agora, eu tenho uma conta na plataforma: o próprio projeto Café com Anime é feito pelo Discord, algo que acredito já termos comentado em alguma dentre as várias discussões espalhadas pelos blogs participantes.

Mas em se tratando de abrir um servidor próprio: não, nunca tive essa intenção. Isso porque, sob qualquer métrica, o É Só Um Desenho é ainda consideravelmente pequeno, com apenas pouco mais de 200 visualizações diárias e menos de 1000 seguidores em todas as plataformas associadas (Facebook, Twitter, Youtube).

Mas, lendo aquela pergunta eu decidi fazer um teste, e joguei a ideia tanto na página do blog no Facebook quando na conta no Twitter. E enquanto o feedback certamente não foi esmagador [rsrs], aparentemente há sim alguns interessados na ideia. Pois bem então, já que é assim, resolvi tentar: abri um servidor no Discord :D

Convite para quem quiser entrar: https://discord.gg/TBnQkKs (copiem e colem no navegador)

Venham e vamos conversar /o/

Continuar lendo

Anúncios

Então… o que vocês têm a dizer? (ou, Algumas palavras sobre feedback)

Sabem… Em pouco mais de  três anos e meio escrevendo para este blog, uma das coisas que pude constatar é o quão difícil pode ser para um criador de conteúdo conseguir um bom feedback daquilo que produz.

Claro métrica é algo relativamente fácil de se conseguir. Aqui no blog, o WordPress, mesmo em sua versão gratuita, me oferece alguns dados úteis, como o número de visualizações em um artigo qualquer. O YouTube é até um pouco mais generoso: posso mesmo ver se as pessoas estão assistindo os vídeos até o final ou parando no meio. Mas números podem dizer surpreendentemente pouco. Saber que um artigo X teve cinco, cinquenta ou cem acessos não vai me dizer quantas dessas pessoas o leram até o final. E saber que as pessoas estão assistindo a um vídeo Y apenas até a metade não me diz porque elas estão perdendo o interesse nele após esse ponto.

Comentários são, assim, a melhor fonte de feedback que um autor pode ter, mas mesmo eles não são livres de problemas. Em primeiro lugar, existe um bias inerente à qualquer seção de comentários, que atraem geralmente dois tipos de pessoas: aqueles que leram o texto (ou assistiram o vídeo) até o final, e aqueles que comentam só tendo lido a chamada (felizmente esse segundo tipo nunca me apareceu, nem aqui no blog nem no canal). Sendo assim, aqueles que abandonam o texto na metade ou que nem clicam nele em primeiro lugar seguem não contemplados.

Fora o fato de que comentários são sempre algo bastante pontual. Apontamentos quase sempre sobre aquele texto (ou vídeo) em específico. Elogiando. Contribuindo. Criticando. Raramente você irá encontrar um comentário mais “generalista”, um que fale sobre o blog ou o canal como um todo (e isso não só aqui: em praticamente qualquer plataforma).

Continuar lendo

Informe – Mudanças na Periodicidade do Blog

Não, a periodicidade não irá diminuir. Dada a imagem que o título pode passar, é bom eu deixar isso bem claro já de início. Em fato, é o exato oposto: pelo menos durante alguns meses, nós teremos aqui no blog praticamente uma nova postagem ao dia. Mas calma, porque é um pouquinho mais complicado do que isso.

Atualmente, o blog possui entre três e quatro postagens na semana. Segundas-feiras tínhamos o Café com Anime, quartas um artigo um pouco menor, e sexta um artigo regular. A cada duas semanas sai também um vídeo no canal, que é então publicado aqui na quinta, e isso fecha a semana no blog.

Pois bem, primeira mudança: Kokkoku acabou, e o Café com Anime se move então para a próxima temporada. Aqui no É Só Um Desenho, teremos as discussões de dois animes desta vez – e quais são vocês saberão já amanhã. Justamente por isso, eu tive de reajustar o seu posicionamento na semana.

A partir de agora, o Café com Anime passará a ser publicado às segundas e sextas, enquanto que os artigos de sexta são movidos para o dia seguinte, passando a sair no sábado. Quartas e quintas, porém, seguem inalteradas – um artigo em uma e, quinzenalmente, um vídeo na outra. Nada de mais aqui.

A segunda mudança vem na verdade de um pequeno problema que eu identifiquei, e que se relaciona com o quadro Rápida Review. Os textos desse quadro são publicados na página no facebook do blog, e depois linkados aqui. Só que recentemente eu fui descobrir que os links simplesmente não estão funcionando direito.

Continuar lendo

Apresentando o r/animebrasil

 

 

tl;dr: eu criei um subreddit \o/ Entrem lá: r/animebrasil.

Reddit. 40º site mais acessado no Brasil, e 8º mais acessado no mundo, segundo noticiado pela revista Exame. Uma mescla de fórum e rede social que enfatiza muito mais ao primeiro do que ao segundo. Dividido em subreddits que funcionam como comunidades próprias, o usuário pode escolher entre compartilhar um link ou texto próprio com os demais, além de poder comentar no que já foi publicado por outros usuários. Nada de mais, a um primeiro olhar, mas o que torna o Reddit tão interessante é o fato dele ser um espaço bem mais propício a debates e discussões do que as demais redes sociais que temos hoje – sem, é claro, deixar de ter também seus espaços mais cômicos.

Há algumas semanas eu publiquei aqui no blog um artigo falando dos meus problemas para com o Facebook, e como ela é uma plataforma que, por design, desincentiva o debate, na medida em que valoriza sobretudo o imagético e pune – com baixo alcance – o textual (fora a sua formatação horrível para qualquer coisa com mais de duas linhas). O que me faz gostar do Reddit é justamente como ele vai na linha contrária: imagens, aqui, possuem um papel bem pequeno, e a ênfase da plataforma está justamente no texto. Só tem um pequeno problema: difícil encontrar, aqui, conteúdo em português.

Enquanto existem alguns subreddits em português, como o r/brasil, a vasta maioria estará em inglês. O que, como seria de se esperar, significa que a plataforma é ótima para olhar o que se passa no meio internacional, mas ainda bem insipiente no que se trata do meio nacional. O r/anime é um excelente espaço para ver o que se passa no exterior, sobretudo nos Estados Unidos, no que se refere à mídia-título do sub, mas eu sentia falta de um espaço em português (e que não fosse o Facebook) para discutir sobre anime, mangá, e outras facetas da cultura pop japonesa. Bem, então eu decidi criar um. Apresento a vocês: o r/animebrasil.

Continuar lendo

Informe – Sobre o meu processo criativo, os quadros do blog, e porque não ia ter um texto hoje

Durante o mês de outubro deste ano (2017), eu decidi começar a postar três vezes na semana. Nas segundas e sextas teriam textos regulares, ao passo que nas quartas teria o Café com Anime, com as discussões sobre Kino no Tabi: The Beautiful World -The Animated Series-. Pois bem, a decisão não veio do nada: eu estava com diversas ideias para todo tipo de texto, e acabei por perceber que se eu fosse publicar um por semana eu acabaria demorando demais para postar todos. O que normalmente não seria um problema, não fosse pelo fato de que muitos desses textos que eu queria escrever eram relacionados com os animes da temporada anterior.

Eu nunca faço uma análise ou uma review de uma obra não finalizada, justamente por isso o Café com Anime é um quadro tão excepcional aqui no blog. O motivo disso é bem simples: eu não me sinto confortável de avaliar criticamente pedaços de uma história. O que não significa que eu não vá já formando ideias conforme vou vendo os animes. Muito pelo contrário! E com o final da temporada, eu tinha diversas ideias que queria colocar em prática, não a toa outubro teve uma review de Sakura Quest, uma breve análise de Gamers e outra de Re:Creators.

Ao mesmo tempo, havia os novos quadros que eu queria colocar em marcha, o Antiguidades e os Resumos de Livros. Ponto é: eu estava com muito mais ideias do que costumo ter, muitas delas precisando ir ao ar logo antes que eu perdesse o timing, por assim dizer. Mas conforme eu já terminei de falar tudo o que eu tinha para falar da última temporada, a pergunta que ficou é: esse modelo de três postagens na semana é sustentável para mim? E bom, vamos dizer que eu não ter conseguido postar um texto na última segunda é um forte indício de que não. O que não significa que eu desisti!

Continuar lendo

Informes – Dois novos quadros chegando ao blog

Ao longo desses três anos de blog eu acabei criando uma variedade até que bem grande de quadros. Análises, listas, ensaios, mas nenhum deles teve qualquer texto introdutório: eu só fazia um primeiro artigo, publicava e era isso. Por que, então, avisar da chegada de dois outros quadros? Bom… A bem da verdade para um destes não tinha mesmo nenhuma necessidade. O outro, porém, eu sinto que seria importante dar algumas palavras a seu respeito.

Vamos começar com o primeiro, que eu devo conseguir descrever em um parágrafo. Basicamente, nesse novo quadro (que deve ir ao ar na próxima semana) eu quero trazer para vocês obras seminais da história da animação e dos quadrinhos japoneses. Em suma: velharia :D. O nome do quadro será “antiguidades”, e a ideia é basicamente pegar obras antigas que tenham iniciado alguma tendência ou que possuam alguma outra grande importância para a história do anime e mangá. Que fique claro: não serão reviews, não pretendo fazer uma análise qualitativa dessas obras. Serão muito mais comentários sobre o impacto que tais obras tiveram nas suas respectivas industrias, então servirá mais como curiosidade do que como necessariamente uma recomendação de obra. Simples, não? O outro quadro, porém, é o motivo pelo qual eu faço esse texto.

Continuar lendo