[Resultados] Pesquisa Com Otakus

Kino aleatória porque sim
Kino aleatória porque sim

Na semana que foi do dia 15 ao dia 19 de agosto agora (2016), eu e alguns outros membros da Blogosfera Otaku BR decidimos levar a cabo uma pesquisa para tentar melhor entender o público otaku, sobretudo o público otaku tal como ele se configura no facebook (talvez a maior plataforma atual para divulgação de blogs e canais num geral, otakus incluso). Assim, nós organizamos um formulário contendo 16 questões em assuntos como idade, gênero, se acessa canais ou blogs de animes com frequência, e por ai vai, e distribuímos o formulário em vários grupos voltados para o anime e mangá no facebook, grupos estes com uma margem de membros que variava de mil a vinte mil indivíduos, com pelo menos um deles passando dos 50 mil. Ao final da pesquisa, 1161 formulários foram respondidos.

Da elaboração do formulário e distribuição deste participaram o Kouichi Sakakibara, do Animes Tebane; o Vinícius Marino, do Finis Geekis; o Fábio, do Anime 21; e o Cat Ulthar, do Dissidência Pop; além, obviamente, deste que vos fala. E o resultado bruto da pesquisa, em números apenas, já foi inclusive publicado na Otakusfera, o nosso grupo lá no facebook, mas achei que valia a pena fazer um artigo aqui no blog inclusive como forma de expor estes dados para mais pessoas, especialmente outros produtores de conteúdo do meio que possam vir a se beneficiar deles.

Abaixo, o texto foi estruturado em três partes, primeiro expondo alguns dos problemas e ressalvas da pesquisa, depois trazendo os dados brutos e adicionando alguns comentários meus que achei pertinente, e por último algumas considerações finais a respeito de toda a pesquisa.

Continuar lendo

Anúncios

Blogosfera Otaku BR – Indicação de Artigos #6

happy

E chega o momento de mais uma recomendação de artigo da Blogosfera Otaku BR /o/ Tenham uma boa leitura, um bom domingo, e até o próximo post o/

Reviews:
No Namae wa: Verão 2016: ReLife – “Recomece sua vida e saiba o que você perdeu”
No Netoin: Bruxas, poder e sentimentos: isto é Puella Magi Madoka Magica

Ensaios:
No DollarsCast: Supere o pré-conceito
No Finis Geekis: É possível fazer games sem objetivos?
No Nave Bebop: Por que assistir, escrever e analisar animes?

Listas:
No Anime 21: 16 Animes que definiram o gênero Garotas Mágicas
No Animes Tebane: Top 10 da Semana – #86 Melhores Animes com tema Pós-Apocaliptico

Vídeos e Podcasts:
No AHC TV: Space Patrol Luluco – O Veredito
No Portal Tanaka: Tanaka Setai Extra 01 – Gatchaman Crowds
No Yopinando: Sobre Músicas e Animes 51: Animes que Fingimos que Vimos

Imagem: Michie M, ft. Hatsune Miku – Viva Happy!

Debate – Objetividade na análise de animes [Parte 2] (Uma colaboração da Blogosfera Otaku BR)

"Can you end telling a story?"
“Can you end telling a story?”

Bem vindos de volta agora à segunda (e última) parte do debate com alguns dos membros da Blogosfera Otaku BR. Se você por acaso ainda não leu a parte 1, siga o link e de uma conferida em como a discussão chegou onde ela chegou. Porque enquanto na primeira parte nós discutimos mais a respeito de se é ou não possível analisar objetivamente aos animes (ou mesmo qualquer tipo de arte, conforme os argumentos levantados então), nesta parte a discussão irá mais para o lado de qual a utilidade, em primeiro lugar, de se analisar algo objetivamente ou não.

E para esta parte, temos mais um participante! Além dos já mencionados Vinícius Marino, do Finis Geekis; Vitor Seta, do Otaku Pós-Moderno; Fábio Godoy, do Anime 21; e Cat Ulthar, do Dissidência Pop; agora se junta à nós também o Kouichi Sakakibara, do Animes Tebane. E antes de passar, efetivamente, para a discussão, só queria dizer que mais uma vez foi um debate de bastante alto-nível, em termos de argumentos, respeito e conversação, e ao leitor eu espero que fique no mínimo a mensagem de que pessoas podem discordar sem quererem cair no pescoço umas das outras [rsrsrs]. Como da outra vez, se você ainda não conhece a Blogosfera Otaku, de uma olhada pelo link mais acima, e encerrados todos os avisos vamos então ao debate /o/

Continuar lendo

Debate – Objetividade na análise de animes [Parte 1] (Uma colaboração da Blogosfera Otaku BR)

Um debate sobre a objetividade.
Um debate sobre a objetividade.

Eu vou começar este texto indo direto ao ponto: é possível julgar um anime ou mangá objetivamente? Ou, ainda, existem critérios objetivos para se dizer se uma obra do tipo é boa ou ruim? Ou é tudo puramente questão de gosto?

Na minha opinião, a resposta à primeira pergunta é um sonoro e categórico não. “Objetivo” implica, a meu ver, em algo fora da dimensão humana, e que por isso qualquer um, em qualquer lugar, quando apresentado às evidências, pode constatar. É objetivo que a gravidade, a força gravitacional, existe. É objetivo que a Terra gira em torno do Sol. É objetivo a existência material de algo, como uma árvore em um parque. Mas não é objetivo a pretensa qualidade de qualquer obrar de arte. Isso porque os critérios para definir o que faz ou não uma boa arte são subjetivos e estão em constante mudança.

Continuar lendo

Blogosfera Otaku BR – Indicação de Artigos #5

party1

E chegou o momento de mais uma recomendação de artigos da Blogosfera Otaku BR. Uma boa leitura e até o próximo post o/

Reviews & Análises:
No Anime 21: Uma Cena: Orange – abertura – As Relações Entre as Pessoas
No Dollars Cast: Análise semanal – Boku no Hero Academia #99
No Namae Wa: Flying Witch – Anime
No Nave Bebop: Boku no Hero Academia: Tudo o que você já viu antes, de um jeito igualmente legal
No Netoin: Encarando mudanças com Ojii-san no Lamp…

Podcasts:
No Portal Tanaka: O que é anime e o que não é
No Yopinando: Sobre Musicas e Animes 58: Animes Bons que Não Nos Fizeram Chorar

Listas:
No AHC: Top 5: Encerramentos da Temporada de Abril 2016
No Animes Tebane: Top 10 da Semana – #83 Melhores Animes Com Tema Samurai

Imagem: Hiroshizuku-P e Yamasankakkei, ft. Vocaloid (varios) – Party x Party

Animes são uma mídia para adultos? – Parte 2 (Uma colaboração da Blogosfera Otaku BR)

joker 1

Na última sexta feira eu postei aqui no blog uma chamada para a primeira parte de uma conversa entre alguns dos membros da blogosfera otaku, no qual discutimos se animes são ou não para adultos. Ela foi postada no Finis Geekis e contou com a participação do Vinícius, do próprio Finis Geekis, do Fábio, do Anime 21, do Vítor, do Otaku Pós-Moderno, e, obviamente, a minha. E eis que agora saiu a parte dois desse debate. E desta vez, juntam-se a nós também o Cat, do Dissidência Pop, e o Kouichi, do Animes Tebane. Abaixo, você confere um pequeno trecho de como foi a discussão, no caso um excerto de uma fala minha:

“Recentemente, eu terminei de ler o livro Quadrinhos – História Moderna de uma Arte Global, que faz uma espécie de panorama dos principais movimentos e artistas relacionados aos quadrinhos da década de 60 até a atualidade.

Uma coisa interessante nele é que se você olhar bem a partir das décadas de 60 e 70 você tem quase que um movimento mundial de surgimento de quadrinhos “adultos” (é quando temos, por exemplo, o underground americano, com quadrinhos que retratam sexo, consumo de drogas e por ai vai)”

Curtiu? Quer ver mais? Então clique aqui para ver o debate.

Imagem: Joker Game, episódio 1

Animes são uma mídia para adultos? (Uma colaboração da Blogosfera Otaku BR)

joker1

“Acho que no mundo inteiro temos essa noção de que “desenhos são para crianças”, e com a quantia brutalmente maior de obras em animação saindo para esse público do que para qualquer outro, acho que é difícil não haver, nas pessoas, pelo menos uma noção de que a maioria das animações é mesmo para crianças.

Isso dito, eu acho que não podemos tratar os animes da mesma forma que tratamos, digamos, os desenhos americanos. Porque a animação japonesa é quase que uma mídia própria, por assim dizer. E dentro dessa mídia você vai, sim, ter os animes mais voltados para crianças e adolescentes, como Naruto, Dragon Ball, One Piece, Death Note e por ai vai.”

O que você confere acima é um pequeno trecho de uma fala minha para o artigo Os animes são uma mídia para adultos?, que o leitor pode conferir na íntegra lá no Finis Geekis. O artigo é o resultado de um divertido e interessante debate com alguns dos membros da Blogosfera Otaku BR. Nessa primeira parte, você confere as opiniões do Vinícios, do Finis Geekis e anfitrião de todo o debate, do Fábio, do blog Anime 21, do Vitor, do Otaku Pós-Moderno, e, claro, as minhas próprias. Então passe lá e confira. Vale a pena o/

Imagem: Joker Game, episódio 12

Blogosfera Otaku BR – Indicação de Artigos #4

superhero1

E temos agora mais uma série de indicações de excelentes artigos da Blogosfera Otaku BR. Entrem nos links, tenham uma boa leitura, um bom domingo, e terça feira tem novo post. Até lá. o/

Reviews e Análises:
No Anime 21: Apostas que estão dando certo (Pokemon XY e Z)
No Dissidência Pop: Machina. Quanto uma máquina pode ser humana
No DollarsCast: Primeiras Impressões (especial) – Yo-Kai Watch
No Netoin!Qualidade é a palavra de ordem em “Higashi no Eden”

Listas:
No Animes Tebane: Top 10 da semana – #80 Melhores Animes com evolução de tempo!
No Namae Wa…: Cinco Filmes e Meio – Parte 3 (Isao Takahata)
No Você Sabia Anime?: Animes Estranhos

Podcasts:
No Portal Tanaka: Tanaka Sentai 15 – Por Que Assistimos Anime?
No Yopinando: Mangacotecas #7: Mangaka Especial – Fuuka Mizutani

Outros:
No Chudoku: Mangá após o anime #4: Owari no Seraph

Imagem: Nem, ft. Kagamine Len – Super Hero

Blogosfera Otaku BR – Indicação de Artigos #3

shouter

Mais um mês que se vai, e mais uma recomendação de artigos que chega. Se você ainda não sabe o que é este quadro, ele faz parte de uma iniciativa da Blogosfera Otaku BR, na qual vários blogs participantes lançam um artigo indicando outros artigos relacionados ao meio otaku. Algumas ótimas leituras para matar o tempo em uma tarde de domingo, se me perguntarem [rs]

Para ficar por dentro de outras novidades e iniciativas da Blogosfera, curta a página da mesma (link anterior), onde inclusive os blogs participantes postam alguns de seus artigos, sendo uma ótima forma de conhecer novos blogs. E se você faz parte de um blog, ou mesmo se apenas deseja fazer parte de algum, entre em contato com a gente pela página da blogosfera e te explicamos como você também pode participar dessa iniciativa. E tudo dito, vamos aos links cambada /o/

Continuar lendo

Tempo, mudança e o coming of age.

"O tempo não espera por ninguém"
“O tempo não espera por ninguém”

Antes de entrar no texto em si, alguns rápidos disclaimers. O que temos aqui é mais um fruto da iniciativa Blogosfera Otaku BR. Desta vez, o É Só Um Desenho participa de uma corrente de artigos, onde cada blog recomenda um tema para um outro blog participante, que poderá então tratar do tema conforme preferir. O elo anterior nesta corrente foi o Otaku Pós-Moderno, com seu artigo sobre a simplicidade em Boku no Hero Academia, e foi ele quem passou o tema que será trabalhado nesse texto aqui: coming of age.

Agora, não vou mentir, foi um tema bem difícil de trabalhar, sobretudo pela situação do blog. Os animes do gênero que eu já vi a maioria eu já fiz uma review, e os demais simplesmente não pareciam me dar muito material para uma resenha que valesse a pena. Mas não queria publicar uma lista, considerando que este já foi o estilo de post da semana passada (pode vê-la clicando aqui). Sobrava-me então o Ensaio, um quadro que já estava há mais de um mês completamente parado (!)

Felizmente, após assistir algumas obras do gênero e pensar algumas características e pontos delas, me veio a ideia deste texto. Espero que gostem. E já deixo avisado que o próximo a escrever para a corrente será o blog Dissidência Pop, que fará um texto com o tema pirataria. O texto deles deve sair em algum momento da semana que vem, então fiquem de olho no blog. E feitos todos os avisos, vamos a este texto aqui. Uma boa leitura a todos.

Continuar lendo