[Vídeo] Indicação #23 – Sketchbook Full Color’s


O Ritmo de um Esboço


Roteiro:

Sentada sobre dois tijolos, num terreno abandonado, Kajiwara Sora tenta a duras penas desenhar um nada cooperativo gatinho. Notando a curiosa cena, uma garotinha se aproxima, e pergunta a ela porque não apenas usar uma câmera. Na hora Sora não consegue responder, tímida como é, mas refletindo um pouco sozinha ela conclui: porque fotos não servem.

Eis aqui uma história sobre ritmo, protagonizada por uma garota que segue sempre no seu próprio passo. Nichijoukei, é uma história sobre o mundano, sobre o dia a dia de Sora e de suas amigas, membros do clube de artes do colégio. Iyashikei, é também uma série que se volta para relaxar o espectador, entregando a cada episódio uma muito bem vinda sensação de conforto.

Sua atmosfera é, sem dúvida, um de seus grandes atrativos. Dos ocasionais cenários campestres, passando pela fantástica trilha sonora, até as adoráveis reações da Sora para tudo que acontece ao seu redor, é um anime que entende muito bem o apelo de seu gênero.

Já outro importante elemento de destaque é o seu elenco de personagens. Algo que gosto bastante em Sketchbook Full Color’s é que, como ele saiu ainda bem cedo nessa onda de animes sobre garotas vivendo sua vida escolar, muitos dos tropes e clichês mais comuns ao gênero ainda não estavam bem codificados. Como tal, hoje em dia esse anime é uma verdadeira lufada de ar fresco.

Ao invés de se focar em três ou quatro garotas de personalidade mais arquetípica, esse anime trás um elenco bem grande de personagens, cada qual com personalidades bastante memoráveis.

Natsumi e seus fantoches, Kate e sua mania de usar dos kanjis mais estranhos para escrever as coisas mais simples, Ryou e Fuu sendo… bom, elas mesmas… Ah, e a professora obcecada por galinhas, por algum motivo. Isso só pra mencionar alguns. Curiosamente, é a própria Sora quem pode acabar soando arquetípica demais.

Tímida, a garota é também bastante desligada, e às vezes parece viver num mundinho próprio. Isso é parte do ponto da série, como o episódio final enfatiza, e diria que é o que acaba tornando tão satisfatório o pequeno desenvolvimento que a personagem demonstra ao final do anime, mas entendo quem falar que não conseguiu se conectar bem com ela.

Acho que vale também mencionar a comédia do anime. Agora, Sketchbook não é uma comédia, não é um anime que esteja tentando fazer o espectador rir a todo momento. Mas ele tem comédia, que emerge aqui de forma bastante natural, consequência das interações entre os personagens ou das suas reações. É uma comédia bem gostosa, que inclusive ajuda no clima mais leve e calmo que o anime tenta criar.

E eu acho que pra aproveitar essa série você têm que ir procurando esse clima. Porque esta é uma história que também segue no seu próprio ritmo, e que pode afastar quem procura por algo mais acelerado – seja para o drama ou para a comédia.

Sketchbook Full Color’s foi lançado em 2007. Uma produção em 13 episódios do estúdio Hal Film Maker, com direção de Hiraike Yoshimasa, adaptando ao mangá homônimo de Kobako Totan, ainda hoje em lançamento.

Um anime que eu não poderia recomendar o bastante, e que merece ser muito mais conhecido.

Um comentário sobre “[Vídeo] Indicação #23 – Sketchbook Full Color’s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s