Padrim: dando o próximo passo com o blog.


Clique aqui para conhecer o Padrim do blog!


Indo direto ao ponto: o “É Só Um Desenho” agora tem um Padrim! E com o apoio de vocês, tanto o blog como o canal podem continuar crescendo e melhorando. Visitem lá o/

Mas claro, eu não ia escrever um post pra falar apenas isso. Digo, essa é a mensagem final, mas eu queria aproveitar o momento para tecer também alguns comentários, explicando um pouco o que é o Padrim, porque decidi criar um, além de algumas das minhas decisões para com ele. Claro, muito do que eu vou falar aqui eu já falei na própria descrição do projeto lá no Padrim, então considerem este texto uma “versão estendida” daquele.

Há muito o que dizer, então vamos seguindo em frente. Começando com a perguntas que muitos devem ter:

 

O que é (e como funciona) o Padrim?

Como o próprio Padrim informa em sua página de apresentação, trata-se de uma plataforma de “financiamento coletivo recorrente”. O que isso significa? Bom…

Na maioria dos casos, projetos de financiamento coletivo servem para financiar alguma “coisa”. Um protótipo de uma invenção, a publicação de um livro ou quadrinho, um filme… Uma miríade bastante variada de “coisas”, mas que possuem algumas características em comum. São unitárias (um quadrinho, um livro, um filme). Possuem um estado de término (quando o quadrinho é publicado, quando o filme termina de ser gravado, quando o protótipo está pronto). E por ai vai.

Plataformas como o Padrim se focam no exato oposto disso tudo. Ao invés de serem usada para financiar um objeto, servem muito mais para financiar serviços: como um blog ou canal no YouTube. “Coisas” que não “acabam”, ou pelo menos não no sentido que um livro ou filme acaba.

Justamente por conta disso, o modelo de doação do Padrim é um pouco diferente. Ao invés de você fazer uma única doação, é como se fizesse uma assinatura. Mensalmente você segue doando uma dada quantia da sua escolha, e assim garante que aquele projeto (blog, canal, podcast, etc.) siga existindo e se mantendo. E sim, é sempre possível apenas cancelar a sua participação.

Esse é o básico, e coisas como metas e recompensas serão comentadas um pouco adiante nesse texto. Mas em todo caso eu muito incentivo ao leitor que leia por si mesmo a página de apresentação do Padrim, caso tenha interesse em ajudar o blog e o canal.

 

E por que agora?

Em 2019, o “É Só Um Desenho” completa seus cinco anos de existência. É até incrível pensar que tanto tempo já se passou desde que comecei esse blog.

A verdade é que eu já venho pensando há algum tempo, e também é algo que eu já venho protelando há algum tempo. Eu sempre vi algum tipo de monetização do blog ou do canal como uma espécie de “próxima passo” lógico, mas sempre numa ótica de um desejo muito mais do que a de um plano. Sempre dizendo a mim mesmo que o blog precisa crescer mais antes disso ser viável, mas… precisa?

Talvez sim. Ou talvez não. Seja qual for a resposta, eu quero descobrir. Por que agora? Para que não se torne nunca.

 

E para que?

Qual a necessidade desse dinheiro? Com que finalidade eu quero que o blog ou o canal sejam “rentáveis”?

Bom, seria desonesto de minha parte não admitir que, pelo menos em parte, eu gostaria de receber pelo esforço investido. Manter um blog e um canal é bem mais difícil do que pode parecer, e exige um bom tanto de dedicação e de tempo. Algum tipo de retorno por isso seria… bom, bem vindo.

Mas não, não é só isso. Acontece também que há uma série de melhorias que eu gostaria de fazer no blog e no canal, mas que eu sinto que atingi o limite do que pode ser feito de graça. Uma versão premium do wordpress, por exemplo, daria acesso a algumas funcionalidades bem úteis, além de um domínio próprio. E eu gostaria de comprar um microfone decente, para melhorar a qualidade de áudio dos vídeos.

São coisas pequenas, mas ainda significativas, e que eu acredito que gerariam uma experiência melhor aos leitores e inscritos. Já me pediram para por o Disqus aqui no blog, por exemplo, e isso é possível: com um plug in que a versão gratuita do wordpress não comporta. Entendem o que quero dizer quando coloco que atingi o limite?

 

Metas e recompensas

Vamos lá, também não é como se eu estivesse pedindo dinheiro sem planejar oferecer algo em troca [rs].

O Padrim possui dois sistemas de “premiação”. Com as metas, o criador de conteúdo se compromete a fazer alguma coisa uma vez que uma dada quantia em dinheiro for atingida. As recompensas, por sua vez, são entregues mensalmente a depender do valor doado pelo apoiador.

O blog é pequeno, e o canal idem. Portanto, não faria muito sentido pensar em metas muito estapafúrdias. Até o momento eu coloquei apenas duas: uma de R$ 50,00 e outra de R$ 100,00.

A primeira delas é a mais prática: seria a verba necessária (com excedente, porque vai que) para poder pagar uma assinatura do wordpress (portanto, um domínio próprio para o blog). A segunda, porém, é ligeiramente mais simbólica: acho importante ter sempre uma meta a frente, e certamente pensarei em outra se ou quando atingir a de R$ 100,00.

Em termos de o que vocês ganham por esse lado, cada meta atingida traria de volta os dois quadros do blog que eu tive de eliminar recentemente: o “Uma Rápida Review” e o “Comentários Semanais”. E eu acho que devo algumas explicações aqui.

Como quem acompanha o blog sabe, eu tive de parar com esses quadros por estar me sentido sobrecarregado. Mas sempre foi minha intenção retomá-los: uma vez que estabelecesse um ritmo de trabalho mais sustentável com o restante do blog e do canal. Fato é que não espero atingir nenhuma das duas metas tão cedo, então estou confiante de que uma vez que as atingir já estarei bem mais capacitado a implementá-las sem dificuldades.

Dito isso, nenhum dos dois quadros voltaria como era. “Uma Rápida Review” se tornaria mensal, com um filme a escolha dos padrinhos (e obviamente um texto ligeiramente maior do que as 300 palavras do quadro original), e o “Comentários Semanais”, enquanto ainda seria semanal, traria bem menos animes, uns 3 ou 4 também da escolha dos padrinhos. Ambos tendo o objetivo de deixar aqueles que apoiam o blog tomarem algumas decisões sobre ele também.

E ai temos as recompensas. Como poderão ver (caso ainda não o tenham), elas são consideravelmente modestas. Acesso antecipado aos artigos e possibilidade de baixar (ou de receber via e-mail, ainda estou pensando como vai ser) artigos e vídeos mais recentes. Mesmo o tradicional “seu nome ao final do vídeo” só aparece para o tier mais alto de doações.  E isso por dois motivos.

Primeiro: eu não tenho condições de produzir um conteúdo exclusivo para os padrinhos. Simplesmente não é algo que eu seja capaz de fazer no momento: há limites do quanto posso escrever num dia. Mas mesmo que eu pudesse, eu não sei se faria.

Eu criei o blog (e o canal) com o intuito de expressar as minhas opiniões e de levantar discussão. E eu sinto que colocar algum tipo de barreira entre o consumidor e o meu conteúdo vai na direção oposto a esses princípios. Claro, meu conteúdo não é pra todo mundo: é textual, em um país conhecido por não gostar de ler, e são textos relativamente longos e de parágrafos grandes. Mas eu sinto que a linha precisa ser traçada em algum lugar. Eu quero que meu conteúdo esteja sempre disponível, e vai de cada um consumir ou não.

 

Agora é com vocês…

Se as recompensas oferecidas agradaram, e se você gostaria de ver o blog crescer não apenas em números, mas também em qualidade, então você pode se tornar um padrinho seguindo este link aqui.

Nem todo mundo vai poder ou querer apoiar, e tudo bem. O blog vai continuar aqui, e o canal também, isso eu posso garantir. Mantenho a ambos porque gosto, e o Padrim funcionando ou não isso não vai mudar. Apoie se tiver condições, e se acha que vale a pena para você.

É isso, e vejo a todos na próxima semana o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s