Uma Rápida Review – Hirune Hime: Shiranai Watashi no Monogatari


Texto originalmente publicado na página do blog no facebook, em 19/11/17


No reino de Heartland, o trabalho de todos é fazer carros. Ancien é a princesa do reino, que nasceu dotada de poderes mágicos. Seus poderes, porém, atraem o Colosso, um gigantesco monstro de magma que constantemente destrói a cidade. Ou pelo menos é esse o sonho que Kokone vem tendo há já algum tempo.

Sendo bastante sincero, eu fui para esse filme 100% cego. Tinha visto o poster de divulgação do mesmo e é só: nem uma sinopse eu tinha lido. E devo dizer que, ao final, me diverti bastante. É um dos melhores filmes em anime que eu já vi? Bom, não, bem longe disso na verdade. Mas ainda é um filme bem gostoso de se assistir.

Kokone é o tipo de personagem com a qual você simpatiza em uma questão de segundos. E a estética do filme é uma que muito agrada aos olhos, tanto no quesito de design de personagens como no quesito de cenário. Um mundo de fantasia com reis, princesas, mas num cenário moderno e industrial foi uma mescla fascinante de se ver, e mesmo que o anime não realmente faça muita coisa com esse cenário, os momentos em que seguimos a história da Ancien seguem como um colírio para os olhos.

O twist que ocorre mais para a metade do filme é talvez o meu momento favorito na obra. É somente após ele que você entende (bom, em parte) o que estava acontecendo, mas ao mesmo tempo uma vez que você sabe os sinais que já apontavam para aquilo ficam bastante evidentes: o melhor tipo de twist possível, francamente.

Minha maior crítica vai para o vilão e a sua motivação, que é… meh. O vilão não é particularmente complexo, nem particularmente ameaçador, e no fim sua ambição de “tomar o reino” é o clichê do clichê. Não chega a ser ruim, mas não deixa de ser chato que basicamente o motor de todo o filme se resuma a um plot tão comum.

É uma masterpiece que vai te prender na cadeira do começo ao fim? Provavelmente não, mas ainda é bem divertido, e um ótimo filme pra assistir numa tarde de final de semana.

Uma protagonista carismática, animação invejável, ótima trilha sonora e uma estética imaginativa e diferente. Quem não viu ainda, fica ai a recomendação.

Ficha técnica:

Nome: Hirune Hime: Shiranai Watashi no Monogatari
Ano: 2017
Estúdio: Signal MD
Adaptação: original
Direção: Kenji Kamiyama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s