Uma Breve Análise – Baccano: As Várias Facetas de uma História

Baccano
Baccano

(Esta análise foi originalmente publicada na página do blog no facebook)

No começo de Baccano, anime de 2007 do estúdio Brain’s Base, e baseado em uma série de light novels de mesmo nome, nós temos uma cena que, na minha opinião, perfeitamente resume qual é o ponto de todo o anime.

A cena em questão é a primeira do primeiro episódio, e começa com a garotinha Carol, conforme ela olha uma série de livros e documentos. Um homem então entra na sala, e nós descobrimos que ambos, ele e a garota, trabalham para o jornal Daily Days, ele como Vice-Diretor e a menina como sua assistente.

Quando perguntada sobre o que está fazendo, Carol diz que estava pensando sobre a série de eventos que teve início em 1930, ao que seu superior pergunta por que ela acha que os eventos tiveram início naquele ponto. Agora, eu não vou descrever aqui toda a cena, e fortemente recomendo a qualquer um que assista este anime, mas eu quero comentar brevemente a fala final do Vice-Diretor do Daily Days, que encerra a conversa: a ideia de que em um evento existem tantas histórias quanto o número de pessoas envolvidas nele.

O ponto aqui, e isso o vice-diretor enfatiza depois, é o problema da subjetividade humana. Cada pessoa tem apenas o seu próprio ponto de vista, limitado às informações que ela possui. Aplique isso a cada pessoa envolvida em um incidente, e dependendo de quem você ouvir a história do que ocorreu pode mudar drasticamente.

baccano2
Carol e o Vice-Diretor

Essa ideia é a própria base de Baccano, um anime construído de forma a ir intercalando pontos de vista diferentes ao longo do tempo e do espaço, criando uma narrativa inicialmente desconexa e confusa, mas que ao final faz cada peça de seu nem tão pequeno quebra cabeça cair em seu devido lugar.

É interessante notar também que, um pouco antes dessa fala do vice-diretor, Carol pensa que deveria buscar um protagonista para a história, escolhendo então o personagem Firo. Não apenas isso é interessante do ponto de vista temático, com o momento sendo um breve lembrete do quão artificial pode ser uma narrativa (na qual o autor é quem determina qual o ponto de vista será o central), mas o é também do ponto de vista de uma curiosa ironia.

Após a conversa entre Carol e o Vice-Diretor, que cronologicamente acontece após todos os eventos da série, a história retrocede alguns anos e de fato começa a acompanhar Firo, como que seguindo a sugestão de Carol. Mas a narrativa não se prende a ele. Firo não é o protagonista: ninguém em Baccano é. Nenhum ponto de vista é verdadeiramente prevalente em Baccano, como se a própria narrativa dissesse “um só ponto de vista não é o bastante para entender esta história”.

A realidade é… Caótica. E tal como Baccano, ela não possui um protagonista. Cada um é o protagonista de sua própria história, sim, mas isso ainda implica que raramente nós teremos o quadro geral: estamos limitados pelas informações que conseguimos obter, e que podem ser radicalmente diferentes das de outras pessoas.

Então da próxima vez que uma história parecer muito bem contada, muito “precisa” e “exata”, com um protagonista muito bem definido, pare para pensar não só no que está sendo falado, mas também no que não está. Porque na maioria das vezes, o que você estará ouvindo é apenas uma das versões de um evento. Que tem, para mais uma vez parafrasear ao vice-diretor em Baccano, tantas histórias quanto o número de pessoas envolvidas.

Outros artigos que podem lhe interessar:

Review – Baccano

É só um desenho?

Imagens (na ordem em que aparecem):

1 – Baccano, episódio 1

2 – Baccano, episódio 16 (3º OVA)

Anúncios

Um comentário sobre “Uma Breve Análise – Baccano: As Várias Facetas de uma História

  1. Eu sempre quis ver esse anime, lendo sua matéria, eu consegui entender melhor o primeiro episodio [ que foi so o que vi] na epoca que fui ve-lo, eu estava procurando por bons animes Seinens ou com uma pegada mais adulta. Pretendo ainda assistir esse anime, ja que ele me interessa ja tem um tempo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s